Páginas

quinta-feira, março 14, 2013

Sobre a dor





Mas o que faz a dor? A dor quando bem vivida, percebida, acolhida, não passa de uma forte emoção. Nem toda dor é causada por alguém: dor de amor é a mais vulgar (no sentido de ser a mais comum), dor existencial é uma transcendência. Não evito minhas dores, vou até o cerne dos sentimentos, vejo-a tão vital quanto a alegria. Pois se, através deste processo também me vem a necessidade de autoinvestigação e evolução interna, por mais desnorteada que eu me veja enquanto inserida no emocional da situação, é esse desconforto que me indica o degrau acima, me tira da zona de conforto, me instiga a buscar uma nova direção. A dor bem aproveitada não deve ser temida, deve ser usada como ferramenta para o autoconhecimento, extirpação do mal-resolvido, para o crescimento. Eu não temo a dor, nem emoção alguma, se assim fosse, até a alegria me incomodaria. O que não permito é que ela me leve ao estado da prostração, da autopiedade ou de algo que não aceite regeneração. Dor transmuta-se. E o Tempo dono de todas as coisas, ensina quão provisório é o pranto e a gargalhada. Por isso não recuso nada.
Que venha o que vier, como vier. Eu suporto qualquer circunstância que me lapide, que me desassossegue para que eu valorize os momentos de paz do meu coração.

Vida é totalidade. Inclui tudo. Vida é vontade de Mundo.
Dor faz parte da vida e, por mais preciosa que seja, não permito que ela seja a parte mais importante.

Marla de Queiroz

10 comentários:

Crisneive Silveira disse...

E a gente se joga com uma espécie de medo feliz porque, no final das contas, a recompensa é o crescimento.

Patty disse...

REALMENTEN NÃO É FÁCIL APRENDER A LHE DAR COM A DOR, MAS ELA É A BASE DO NOSSO CRESCIMENTO E DA FELICIDADE QUE VEM CHEGANDO.

AHH E ESTA FOTO ESTÁ LINDA.

BJS DA PATTY.

Kah SF disse...

Seus textos são incríveis. Sua intensidade e visão, são apaixonante!
Estou perdida em suas palavras há algumas horas e o encantamento que surge é incontrolável.
Continue nos maravilhando com suas ideias.
Beijos, e se der, passa aqui no coisasdemaior.blogspot.com

Milka disse...

Incrivelmente forte e verdadeiro!

Lets disse...

Porque você não tira as palavras da minha boca Marla, você tira as palavras do meu coração! Obrigada pelos acalentos em forma de poesia... sempre sua admiradora - Letícia

Angel watson disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
José María Souza Costa disse...

Passei por aqui lendo, e, em visita ao seu blog.
Eu também tenho um, só que muito simples.
Estou lhe convidando a visitar-me, e, se possível seguirmos juntos por eles, e, com eles. Sempre gostei de escrever, expor as minhas idéias e compartilhar com as pessoas, independente da classe Social, do Credo Religioso, da Opção Sexual, ou, da Etnia.
Para mim, o que vai interessar é o nosso intercâmbio de idéias, e, de pensamentos.
Estou lá, no meu Espaço Simplório, esperando por você.
E, eu, já estou Seguindo o seu blog.
Força, Paz, Amizade e Alegria
Para você, um abraço do Brasil.
http://josemariacostaescreveu.blogspot.com



desenhos de onibus rodoviarios disse...

muito bom gostei.

Lorenna Miranda disse...

poxa concordo com vc!
Ameei teu blog, mt criativo seus post.
te seguindo, segue de volta ?
http://lorisentimentos.blogspot.com.br/
BJOS.. DE SUA NOVA SEGUIDORA ! :)

Renan Rodrigues disse...

Sensacional, você ganhou um fã