Páginas

sexta-feira, fevereiro 24, 2012

ENCONTRO

Foto: Eu mesma!
Quando me encontrei comigo, eu estava de passagem. Gostei tanto de quem conheci que resolvi andar junto, lado a lado, dentro.Eu introjetei em mim aquela pessoa que, finalmente, não estava mais vivendo levianamente, mas participando verdadeiramente da realidade. Foi estando muito lúcida que pude me embriagar de arte e deixar minha imaginação inventar os caminhos que ela trilharia. Conheci paisagens, às vezes, muito familiares, mas o meu olhar era inédito.
Não sou mais imediatista quando me faço companhia, pois essa nova pessoa respeita o seu próprio tempo.Por isso, também é preciso evitar alguns lugares, pessoas, antigos hábitos e pensamentos. O passado só me cabe para servir como base para o que tenho me tornado. Cada dia eu amanheço numa página em branco e vou dormir numa outra cheia de coisas que escrevi e vivenciei. A única garantia é que nem sempre encontro o que procuro, mas sempre busco o estado e o lugar mais confortáveis para mim. Eu mereço experienciar esta fascinação pela vida e a liberdade de ser exuberante e transformar o chão em céu, o mar em útero, meu corpo em Templo. Respeito os que vivem de outro modo, porque meu caminho não é o certo nem o único, é o que eu escolhi para mim quando lancei mão do meu livre arbítrio.
E nasci apaixonada pelo amor, mas só agora, me fazendo companhia, é que ele deixou de ser uma palavra para se tornar uma experiência.
Sou muito grata por estar na esquina aonde eu estava passando e por ter me dado a mão...Caminhamos juntas: eu comigo mesma!
*
*
Marla de Queiroz

19 comentários:

Karla Tabalipa disse...

Não tem amor mais gostoso de encontrar, do que o amor-próprio, né?
Maia um texto lindo e que traduz tanto o que tanta gente sente!





Bom dia, lindeza!

Rô... disse...

oi Marla,

que texto lindo...
perfeito encontro,
transformando você numa mulher,
inteira,plena e completa...

adorei!!!

beijinhos

***MissUniversoPróprio*** disse...

Por quê se nós não pudermos achar a nossa própria companhia a melhor de todas, quem então poderá?

Nossa! Simplesmente perfeito.

=)

Tô seguindo!

Bruna disse...

Lindo de viver, como tudo o que você escreve!

Beijo grande

Priscila Rôde disse...

E eu fico feliz Marla. Não duvido. Você está em ótima companhia.

Abraço forte!

Vanessa_Oliveira disse...

O amor que é sempre 100% correspondido.
vc sempre maravilhosa Marla
beijos mil ***

Butterfly disse...

Perfeito, Marla!
Eu depois de mto me doer, também descobri o amor e as delícias de estar comigo mesma.
gde abraço! obrigada por momentos tão deliciosos e delicados! amo seus textos!

Gaby disse...

Lindo de mais!!!!
Doce, encantador, esse amor é o melhor de se encontrar e o mais difícil... :/
Vivo nessa constante brincadeira de pega-pega com ele.
Um dia o agarro de vez!

Ana paula disse...

Lindo demais o texto, adorei.

Ana Carolina disse...

Estou procurando esse amor-próprio. Logo, logo, irei vivenciá-lo!

Boa tarde!

Ana Carolina,
http://realezacontemporanea.blogspot.com/

Preto e Branco - Lilian Vereza disse...

amo esse texto! alias amo suas palavras que vem de dentro, de fora, ao redor de toda sua alma que parece sempre tão pura e nos invade criando um vinculo tao familiar e aconchegante que quando menos esperamos parece que estamos dentro de você e ao mesmo tempo imerso em nós! Obrigada!

placco araujo disse...

Espero que você esteja vivenciando realmente toda esta serenidade passada neste texto, pois você merece esta companhia.
Este seu texto nos enternece!

Larissa C. disse...

Que texto mais lindo! Esses e todos os outros que vi por aqui ;D
Sou marinheira de primeira viagem no TransFLORmar-la, mas gostei tanto que já planejo minhas próximas andanças por suas palavras!

Beijos!

noir disse...

Gostei.. Parabéns!!

Cachinhos Tostados disse...

Como é bom nos encontrar e iniciar essa história de amor...

Meg Du´Art disse...

Marla, seus textos são muito bons. Tem muita verdade e identidade. Me identifico com alguns deles.

Se puder, dê uma passada pelo Cultural-mente - http://cultural-mente.blogspot.com

Abraços.

Merikol

Anônimo disse...

Obrigada Marla! Sabia que tinha que passar por aqui hoje, e te encontrar nas lindas palavras, e me reconhecer no que li! AMEI!
Mil vezes te agradeço! Adoro te visitar.
Beijos, Raquel (Brasília)

Aline disse...

coisa mais linda! :)

Nélia R.U. disse...

O encontro com as palavras... É o que sinto. Feliz por todos os textos, mas este diz mais. Diz a importância de amar quem vive mais perto de nós: nós mesmo! Obrigada. Bjs e sucesso sempre.