Páginas

domingo, outubro 16, 2011

Pois então.

Foto: Sara Sa


Pois então. Estamos todos na mesma encruzilhada e chove em todos os cantos da estrada, mesmo que se mude a direção. Pois então, eu quero que você me deixe só, só sendo. Não tenho energia agora para dar respiração a qualquer frase. Não é que eu esteja numa má fase, mas me veio um choro antigo, mal digerido, uma lembrança sem cor. Estava guardado, eu sei, num pedaço qualquer de um restinho desbotado de amor. Deixa só eu limpar essas lágrimas, clarear minhas retinas, desengasgar essa bolha de águas salgadas. Só estou desembaraçando os sentimentos que ficaram órfãos de mim. Preciso explicar a eles que não sou mais parceira_sou agora herdeira da sorte, achei o meu norte, os pontos dos sins. E por mais que eu amoleça não se aproxime: eu não quero abraços, eu não quero conselhos. Engatinhei demais em cima da brita durante os meus aprendizados, só eu consigo enxergar as feridas e o cuidado que preciso dar para curar os meus dois joelhos. Vá cuidar das suas coisas, embeleze sua rotina_ há tempos eu te digo que estar sozinha, às vezes, é minha necessidade e minha sina. Guarde seu colo, seu consolo, suas palavras bonitas. Me deixe só, com o meu choro.Não estou triste nem aflita. Mas preciso descobrir como desatar isto que surgiu sem motivo,desatar este nó. Não há “nós dois” agora, neste fim de dia. Amanhã, quem sabe, eu precise ou queira sua companhia. E te trago de volta, te abro a porta, te abraço pra sempre, assim,de repente. Mas hoje meu corpo clama somente por mim mesma:quero apenas o meu copo em cima da mesa, quero somente meu fiapo de domingo adormecendo aqui.

Quero a minha cama larga só pra mim.

*

*

Marla de Queiroz

P.S.: Amores, pedidos do livro FLORES DE DENTRO através do e-mail: marlegria @gmail.com

R$ 32,00 com frete incluso para o Brasil. Ah, e votem no selinho do canto direito!



11 comentários:

Katia disse...

Que lindo Marla!

As vezes também fico assim... é até frequente.
Parece uma saudade de mim. Uma vontade de me cuidar, por dentro.

Só estar só resolve.

Beijos de Luz

Rafaella disse...

AS vezes eu acho que vc lê minha mente e consegue descrever o q eu não consigo!! Obrigada, só isso q eu tenho pra te dizer!!

Aclim disse...

Abraço

placco araujo disse...

O que eu acho bonito no seu falar, é que não é uma construção poética...
É a tradução em poesia de um momento verdadeiro, real e intenso, como tudo o que você vive...
E também acho bonito este seu resgatar diário, incessante...
Cada dia é um dia!!!

Um beijo,

Edson

Mirella de Oliveira disse...

Às vezes precisamos somente e tão somente de NÓS MESMOS. E nem tudo (talvez as coisas mais importantes) é explicável ou faz sentido.

Achei, de verdade, esse texto tão tão lindoooo!!!

Um grande beijo.

Edi Reis disse...

Seus textos sempre me atingem em cheio.
Parabéns!!

bjo

Alice Isa disse...

"Amanhã, quem sabe, eu precise ou queira sua companhia. E te trago de volta, te abro a porta, te abraço pra sempre, assim,de repente." Muito, muito mais muito lindo, gosto muito dos teus textos... Adoro vir aqui ... Parabéns, beijos.

Etiene disse...

e que seja passageiro, temos nossos dias de nos recolher, dias em que somente a gente se entende e mais ninguem
beijosss querida.

juliana k. disse...

fiquei um pouco reticente em comentar justo o texto em que clamas por estar só. mas é que apesar de ser "só seu", esse momento acaba sendo tão nosso...(rs)

encantada. o atalho até aqui já está na minha coleção "de bolso"!

deixo aqui o meu maior abraço, querida. guarda e usa quando bem entender, assim que um pouco de companhia parecer lhe cair bem! ;)

Cartas de Julieta disse...

Escrever, nesse caso, é alinhavar palavras que doem, é expor a alma em doses homeopáticas, é lamber as feridas através do verbo, é tocar de leve na dor que lhe consome quando, na verdade, o fogo e o desespero lhe queimam por dentro, e o que você mais deseja é cobrar a fatura desse sofrimento que lhe rouba a paz e o sossego.

Fica em paz até que esvazie os teus excessos, minha querida. Depois disso volta... Há sempre (a) braços te esperando e colo para te acolher. Bjs

Crisneive Silveira disse...

Esses momentos servem para nos lembrar que, antes de estarmos dispostos a ser a felicidade de alguém, precisamos sorrir para dentro.