Páginas

sábado, junho 25, 2011

Flores de Inverno


Foto: desconheço o autor

Talvez haja muita acidez na lucidez, talvez haja a percepção de detalhes das belezas que nunca reparamos. Quando estamos num turbilhão emocional, as imagens turvas pedem anestesias e a gente acha que obtém algum controle sobre as coisas, porque pensamos que podemos deixar pra cuidar da nossa vida amanhã. Mas à medida que protelamos nossa transformação, à medida que adiamos nossa mudança, adiamos também uma forma nova de sentir outras alegrias. E fechamos os olhos pra quem está ao lado, ou banalizamos um possível encontro que poderia desencadear uma história mais bonita. Ter a felicidade como um propósito, é a coisa mais difícil que conheço. Estamos sempre fugindo de nós mesmos e nos julgamos espertos demais com a porção de pequenas mentiras que nos inventamos. Mas a angústia que vem disso não nos deixa esquecer que só estamos adiando um processo precioso e delicado demais já que podemos continuar nos anestesiando. É preciso estar pronto, mas estar pronto também é transitório. E é preciso lucidez e coragem pra enfrentar o nosso pior inimigo: nós mesmos. Admitir que estamos nos fazendo mal com alguns hábitos ou relacionamentos destrutivos é assustador. E muitas vezes a sensação de impotência é o que impera. Somos imediatistas demais e não queremos sentir dor. Camuflamos nossa infelicidade da forma mais adequada que podemos. E passamos boa parte da vida sendo quem não somos. Até que nos esquecemos de quem somos e vivemos aquela máscara social por tempo demais, mas sempre com aquela sensação de que alguma coisa está fora do lugar, nutrindo relações vazias e breves com medo de sermos descobertos.

Quando entrei em reclusão para organizar o que estava fora do lugar, tive uma das piores sensações da minha vida: era uma espécie de crise de abstinência e a bagunça estava tão arraigada que eu não sabia por onde começar a arrumar as coisas. Foram noites e dias enfrentando a vida de peito aberto, e sangrava. Eu chorava baixo e pedia paciência. E tinha pesadelos todas as noites. Acordava cansada e com o olhar mais triste que já tive.Até que tudo foi se ajeitando aos poucos, dentro do meu tempo e dos meus limites. Eu estava num processo de cura e não percebia.Mas estava buscando avidamente ser quem eu realmente era, ou pelo menos, melhor.

Hoje, eu consigo olhar pro meu passado como uma espectadora. E apontar cada detalhe e cada erro e acerto e cada instante e sensação e fuga. As projeções que fiz, as dependências que criei, as compulsões que tive, hoje são um presente de maturidade e otimismo. Porque comecei a atrair pessoas, histórias e assuntos mais leves, saudáveis. E criei pra mim uma rotina de paz, e deixei de admirar muita gente e a apreciar outras.E vivi muita solidão, muita solitude, muito aconchego também.

Hoje sou tão grata por tudo que doeu, por tudo que sangrou, pelo sono perdido. Retomei o controle da minha vida e estou sendo amada de uma maneira que me deixa mais segura. Perdi meus medos, sobrou apenas a minha fobia de altura. E, por menos que eu tenha escrito, a poesia sempre esteve em mim.

Brindo com vocês esta fase nova em que ,finalmente, conheci a tranqüilidade. Se eu tinha esquecido desta frase, hoje eu posso repetir com o coração cheio de certeza: TUDO VAI DAR CERTO SEMPRE, porque a vida se encarrega das coisas e ela nos compensa com ela mesma.

Obrigada a vocês, ao Universo e a todos os amigos que respeitaram minhas etapas com compreensão e paciência. E obrigada também a mim, que tive coragem e escolhi sobreviver a tudo.
*
*
Marla de Queiroz

31 comentários:

JasonJr. disse...

Assim seja sempre! :D
Ótimo Domingo mocinha!

Bárbara Cristina disse...

Seus textos descrevem o que ta guardado com vontade de gritar.Obrigada por tantas palavras que resumem tudo.Você é sensacional

uma quase Leonardo disse...

Você é linda, moça! Isso transparece nas suas palavras. Elas me tocam. De um jeito... Grata! É a única coisa que tenho a lhe oferecer, via essas pobres palavras de agora.
Minha migalha de gratidão perto do que você trouxe através deste post: ESPERANÇA! Trouxe em palavras o que eu sempre dizia e digo a mim mesma e as pessoas tem a mania de dizer que está errado pensar e ser assim... E eu acabo acreditando.. E me esquecendo.

Vanessa

Fé Fraga disse...

Marla,
Que belezura seu texto! Qto tempo eu não passeava por aqui.
Quanta sensibilidade na alma, no coração.
Beijo,
Fé Fraga.

Flavia disse...

Normalmente somos nós que sabotamos nossa vida. Por isso é bom as vezes parar e avaliar se o que estamos passando não foi a gente mesmo que procurou.

Belo texto.

Bjs!

Natália Rocha disse...

Que lindo!

Que as pausas nos tragam esta sabedoria que você adquiriu, porque tudo sempre vai dar certo. Eu acredito muito nisso.

beeijo*

Camila. disse...

Que bom que as coisas estão se ajeitando. Força e fé sempre!!!!

Fugaz disse...

Que lindo! Também estou passando por mudanças. Procurando a cura.
Poder vir aqui e ler seus textos me deixa nutrida de muitos sentimentos bons. Obrigada.

Nicolly' disse...

este blog foi uma excelente recomendação de uma amiga. /fugaz

Já passei por isso e ainda sinto algumas dores, mas estou certa de meu crescimento.
Toda dor, tem sua construção no final.
Peço permissão para postar em meu blog, com os devidos créditos. =]
Certa disto, obg!

Parabéns, voltarei sempre! *-*
bjão

Outras coisas de garotinha... disse...

Que bom, Marla! Espero viver essa fase em breve!

Alice Isa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Alice Isa disse...

Como eu me indentifico com teus textos, e sempre que voce posta alguma coisa é igualzinho o que acontece comigo... me surpreendo toda vez que venho aqui, Parabéns pelos teus textos ... Beijos

Mariana Quintão disse...

Marla, que linda nova fase. Amei o texto, e todos os seus outros textos.

Helô Oliveira. disse...

Os textos da Marla inspiram muito mesmo. E me trazem uma calma enorme. Parabéns, moça. Que esse seu momento seja aproveitado com a maior beleza possível:D

Um brasileiro disse...

ola.tudo blz? estive por aqui. muito legal. lindo tambem. apareça por la. abraços.

Lets disse...

Linda. Tudo de bom sempre! E como diria meu velho pai " vamo pra frente que atras vem gente" rs Sucesso e Paz Marla :D

Dé Mattos disse...

Maaarla, que texto lindo, que blog lindo! Como tu é linda! Hahaha!
Eu te citei já no meu blog mas não fazia idéia que tu tinhas um tb! Que maravilha! Fiquei realmente feliz de encontrar esse teu cantinho aqui, e óbvio que passarei sempre!
Se quiser aparecer em algum dos meus vai me fazer feliz! Haha!
Beeijos


oqtempordentro.blogspot.com
docecaio.blogspot.com

Ana Lúcia Lira disse...

Marla de Queiroz brindo o dom da tua vida nas nossas vidas!
Paz e bem!
Ana Lúcia Lira.

alter ego disse...

Eu sempre me lembro da seguinte frase e sempre a repito silenciosamente para alguém com quem começo a me relacionar: "não me roube a solidão sem antes me oferecer verdadeira companhia"...
superabraço...

Anônimo disse...

Meia hora atrás, terminei meu namoro. 4 anos, ai.
Entrei aqui por saber que lendo vc, Marla, eu dormiria mais leve!
Acertei.
Obrigada por saber expressar tão bem o que tantas pessoas sentem!

Phelipe disse...

Há 24 horas atrás terminei uma aposta de felicidade breve, porém intensa. Como sempre Marla, sua poesia me lê.
Bjos e muitas flores pra vc.

Luciana Rodrigues disse...

Belo blog parabéns pelas poesias.
Lindas as imagens.

Nívea disse...

Lindo teu blog! Visita o meu tbm. http://loquehayenmialma.blogspot.com/

JanaFerraz disse...

Que você realmente permaneça nesta fase tão bonita e que encontre sua plenitude.
Estou a seguir teu blog que é encantado por inteiro .

Também tenho um cantinho:
www.misturadinamica.blogspot.com
Ficarei feliz em te receber por lá.

Estarei sempre aqui !

Rachel Nunes disse...

Lindo. Simples assim.
Bjos, flor. :}

http://penseecorra.blogspot.com/

Rachel Barros disse...

Você é linda, Marla!!!! sente e expressa como ninguém.

As Flores e Eu disse...

Gostei muito do seu texto, me fez bem.
Beijos

Anônimo disse...

Me identifiquei muito com esse texto... TJ SPH! Abraço de boas energias

Дмитрий disse...

yes

Beatriz disse...

Simplesmente lindo :)

Prosa & Verso disse...

Sem comentários.....só lágrimas caem do meu rosto embaçando a tela do computador... obrigada pelos seus textos....beijo grande e muita inspiração sempre!!!