Páginas

segunda-feira, abril 18, 2011

(MU)danças...

Foto: Irina


Agora somos apenas eu e minha página em branco. E a minha página tem expectativas de palavras... Mas o que escrever quando se tem tanto a dizer? Posso contar das mudanças incríveis que vêm me ocorrendo, mas leitores gostam de alguma melancolia. Posso falar do que tive que descartar ou incluir na minha vida para que as mudanças ocorressem, mas mesmo que algo tenha doído, ainda assim, eu falaria do amor de uma maneira cheia de gratidão. Porque sou grata a mim mesma quando me permito viver um romance com toda a minha entrega, transparência e honestidade. Principalmente, com o que tenho de fundamental, que é a minha prosa poética ou poesia: tornar alguém meu muso e derramar meus sentimentos mais piegas, mas inéditos e particulares. E é por isso que consigo sair deles com dignidade.

O que importa é a verdade, não a metáfora. O que importa é o amor, não as promessas feitas. É tudo muito silencioso e cheio de palavras que explicam por dentro. Você jamais conseguirá concatená-las da forma como elas vêm em forma bruta, quando ainda apenas um pensamento. Mas existirá sempre um jeito de olhar ou uma delicadeza no tratamento da relação que dispensará qualquer explicação.

Agora somos eu e a minha página escrita. Não contei nenhuma história importante, embora eu ande por aí cheia de assunto. No fundo, no fundo, eu só queria saber como vocês estão, porque eu posso sentir a presença de cada um que vem aqui. Eu pude sentir todos os afagos e colos que me foram dados. Tenho a alma povoada de pessoas com seus rostinhos desconhecidos.

Tenho apenas uma curiosidade:

Quando vamos tomar um chope?

*

Marla de Queiroz

43 comentários:

Sαbrinα Frehí disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sαbrinα Frehí disse...

Adorei a postagem!
É difícil explicar quando se deixa de escrever, por pouco tempo que seja, mas não é difícil perceber que o desejo permanece, assim como os sentimentos, e principalmente aquele nos move, o amor. A única questão é que eles estão tão fortes dentro da gente que não sabemos como expô-los da melhor forma. Não contou algo importante? Sim, contou, que mesmo com a dor, o amor deve ser sempre exaltado.
E me fez não me sentir só também, ao pensar no tempo que não volto ao meu blog a escrever, às vezes penso que me falta a sensibilidade, mas não, elas só estão intensas demais em mim, tenho medo de não expô-las de tal modo, com tal importância, por isso as guardo. Quero poder escrever um dia assim.

Grande beijo.

uvapasssa disse...

Gosto muito de seus textos, são tão cheios de sentimentos bons e nunca de mágoa ou ressentimento. Continue escrevendo sempre, muito. Sofro quando você demora entre um post e outro! kkkkkkkk

Tudo de bom, sempre!

Beijos

Vanda disse...

quarta a noite (vespera do feriado) to no rj... posso marcar? me liga se der certo e vc estiver por ai...
beijos, e feliz que voce esta caminhando...

Ju-liana disse...

Quando vieres pra Floripa marcamos um por aqui... e viva "a virgindade dos dias que virão", como já diz Elisa Lucinda! Uma linda semana querida..

Anônimo disse...

Já estava cansada do seus textos!!

Vc poderia marcar alguma coisa em alguma boate na lapa e divulgar aki! Poderia ser o MOFO.

Anônimo disse...

ops!!

cansada não!!!


com saudade do seus textos

Anônimo disse...

ops!!

cansada não!!!


com saudade do seus textos

Anônimo disse...

te amo!!


Anaterra

Geisson disse...

Curti o blog,

to seguindo, retribui!

abraços,
http://devilge.blogspot.com

Anônimo disse...

Era sempre uma frustração deparar com o vazio de seu silêncio tão acostumados que estávamos com suas palavras.
Mas há que haver respeito - sempre há um motivo para o emudecimento do outro.
Ou está prenha de alegria...ou tão cheia de perguntas sem respostas que não consegue preencher o que fica fora dela: a página em branco.
Hoje não mais.

Fabio Zambroni disse...

Vamos tomar um chopp, hummmmm!!! Todo dia, vc é meu vício! MEu amor! Mesmo qdo eu por necessidade me faço ausente! Eterna mãe do meu Buda!!!!!

CRISTIANO JACOBSEN disse...

Uma página em branco, para um escritor, é sempre uma janela aberta para dentro de si mesmo.Adorei o escrito e me comove a sensibilidade que demonstra em cada texto. Parabéns!!!

Laércio Neto disse...

Eitaaaaaaaaa ! Precisarei comprar passagens para o Rio, então ?

Cyทτiα ทσgυєirα ઇ‍ઉ disse...

Sabe que as vezes também me sinto assim, uma vontade de dizer tudo e nem sei por onde começar... as palavras vão saindo, as evzes até meio sem sentido, mas saem e se transformam em alguma coisa, talveaz um mapa que mostre um caminho a ser seguido.

Acho seu cantinho tão lindo!!
Gosto desses textos assim, mesmo sem romance, final feliz, com apenas ponto final!!

Agora, o chop, poxa... Posso mandar pão de queijo? rsrs

Beijos

Thai Pinheiro disse...

O recolhimento muitas vezes se faz necessário. Precisamos em certos momentos dar colo pro nosso coração, nos ninar um tiquinho, afagar nossa alma. Fico feliz que tenha voltado, tenho certeza que muito mais inspirada, pois cada experiência de vida nos eleva, nos torna no mínimo diferente do que éramos, mesmo que não possamos notar, dia a dia nos moldamos.
Quando aparecer em Salvador me avise, (rs) tomaremos um chope e ainda comeremos uma acarajé c/ camarão! (hehe)

Deus esteja contigo, te reconforte e multiplique seus sorrisos!!

Um abração cheio de carinho de mais um rostinho desconhecido...

Cristina Lira disse...

Parabens pelo cantinho..amei tudo por aqui..bjos

Betagarrido disse...

Sabe a página de favoritos? Vc lá está. Entro diarimente no blog e hj me dei conta que não te seguia. Sanada a questão quero apenas agradecer-lhe pois enche o meu peito de amor e satisfação e minha mente de delírios e devaneios. Sabe tb não caibo no estreito e como li em algum lugar não sou para férias sou para quem gosta de adrenalina. Acho que por isso me reconheço aqui.
Ah, o choop, claro...é só marcar...rs

Cyทτiα ทσgυєirα ઇ‍ઉ disse...

Lindinha,

recebi um MEME de uma amiga blogueira, e indiquei vc e seu blog. Espero que não se importe.
Vamos brincar comigo?
http://borboletaslirismoereflexoes.blogspot.com/2011/04/brincadeirinha.html

Beijos

spotlightier disse...

MArla, que interessante achar seu blog recomendado por uma amiga que curte muito poesia. Te conheci no Beirute no lançamento do seu livro, comprei e não me arrependo nem um segundo.. rsrsrs Espero sua visita la no meu site, tem um ou outro poema.... um beijo Vicente

Raquel disse...

Marla,
"Todo dia será um dia de paz para quem vive a verdade"! Hoje li essa frase do Cazuza e pensei em você.
Sempre quero te agradecer por tudo de lindo e verdadeiro que você escreve, que sempre me toca no coração! Sou sua fã!
vamos tomar esse chope!
Beijos,
Raquel (Brasilia)

Helena disse...

Gente!!!Que coisa louca isso!!Achei seu blog através de uma amiga e me considero já sua também!rsrsrs.
Amo ler seus textos!!!E por sinal,já estou te seguindo,ok!!!Um beijo na alma!!!
Helena de Cabo Frio/RJ.

Beatriz Amorim disse...

Adorei o seu blog! (:
Já era super fã dos seus textos, agora posso conferir bem de pertinho! :D

Uma ótima Páscoa para você, querida!
Grande beijo

Elenita Rodrigues disse...

irmã de alma.... (chorei.)

Lua disse...

MEU AMOR MAIOR ... Obrigada por ser "E X A T A M E N T E" quem és .... tomo com você um chopp, uns chopps, vinhos, OS VINHOS. Ainda vamos fazer uma viagem juntinhas. Te leio, releio e leio <3

Cachinhos Tostados disse...

Quando vamos tomar um chope não sei, mas sempre passarei aqui para me ver nas entrelinhas dos seus textos. Gostei muito.
Cansada de elogios?
Quem rabisca com a alma e grifa com amor recebe no mínimo reconhecimento. Parabéns!

*Livia* disse...

Opa, quando vier a SP, tomamos quantos chopes quiser!! Convocarei a dona Amanda Proetti, noss aamiga em comum! :)
"O que importa é o amor, não as promessas feitas"...lindo, como sempre!!
beijos

Emoções disse...

A beleza existe em tudo - tanto no bem como no mal. Mas somente os artistas e poetas sabem encontrá-la.

Priscilla disse...

Olá minha querida amiga!
Passando para lhe desejar uma ótima Páscoa!
Muito chocolate pra ti!
ahaha
Beijos meus

Alain Lisboa disse...

:O

To de boca aberta! Você disse tudo!! Eu já queria há um tempo morar no Rio, agora tenho mais alguns motivos... Muitos chops virão, com certeza! Vou procurar reviver meus amores verdadeiros pra poder realizar estes desejos!

Obrigado pelas palavras!

Negação de Irene disse...

Podemos marcar esse chopinho pra quando quiser, hehehe

Crisneive Silveira disse...

Eu tenho outra curiosidade: É lei vir aqui e ler pela voz do pensamento aquilo que de alguma forma nos cabe? Venho aqui em busca de poesia e encontro um alento, um empurrão, uma dose de coragem, o mínimo de explicação. Isto aqui não é um blog! É um alento, um espelho, uma fuga...

Anônimo disse...

Querida Marla.rida quando vier a Salvador, me fale tomarei vários chopes com você! Cuide-se bem minha linda!
Azenildo

Almira Almeida disse...

Marla,
Que lindo seu blog, amei. Parabéns!
Almira Almeida

Samanta disse...

Sou doida para tomar um chope com você, ficar assim durante horas, proseando...ainda deixo a babilônia (sp) e te ligo pra me apresentar seu Rio...beijo!

Samanta Isabel - visitante de anos.

Jussara Christina disse...

Olá! Estava navegando na blogosfera e me deparei com teu blog, adorei!
Amo fazer novas amizades, conhecer pessoas, trocar idéias, novas perspectivas, algum sentido pra tudo isso aqui.
Teu cantinho é belo, cativante ... já estou te seguindo...
Se puder visita meu blog, e conheça um pouquinho desse ser complexo kkkkkk..
Abraços apertados!

*´¨)
¸.•´¸.•*´¨) ¸.•*¨)
(¸.•´ (¸.•` *♥ Jussara Christina ♥*♥*♥*♥*♥*♥*♥*♥*♥

Monica Maria disse...

Sou sua fã!
Quando vier a Sampa, combinamos....rsrsrs
Um abraço infinito

Monica Maria

Lu disse...

Tente novamente...essa pessoa ainda te ama..ainda te espera...

Intimidadora. disse...

Passo ai na sexta, conhece a Lapa, vamos lá tomar um chopp. rs

Saudade, moça ;)

Emoções disse...

O POETA
Sabemos que os poetas é um ressuscitador
Ressuscita a saudade, ressuscita o amor.
Ressuscita a paixão, ressuscita ate a dor.

É no silêncio da calma no conflito da razão
Escreve versos e trovas falando de grandes paixões
Corre nas veias o sangue da saudade e do amor.
O poeta sim senhor! É um grande sonhador

Qual poeta não fala! De amor nos seus versados
Os poemas sem amor ficam sem significado
Desprovido de ternura sem sentimento igual
Falta de imaginação falta amor no coração

Eterno são os poetas criadores e criativos
Criam amor criam ilusão mantém a paixão acesa
Nos seus versos ele mostra do amor toda a beleza

chic Gucci shirts disse...

nice post!

llq disse...

pretty good post. I lawful stumbled upon your blog and wanted to command that I get really enjoyed reading your blog posts. Any condition I’ ll be subscribing to your maintain and I hope you despatch again soon wedding dress.

marcuss souza disse...
Este comentário foi removido pelo autor.