Páginas

terça-feira, junho 29, 2010

Palavras


Palavras comportam pessoas, paisagens, todas as formas de amor, silêncios.
Palavras cometem bilhetes, sonetos, cartas,contratos.
Palavras confortam, instigam, preenchem.
Palavras também se ausentam, entendem vazios.
Palavras constroem histórias, imagens, conceitos.
Palavras aceitam tudo, palavras não têm preconceito.
*
*
Marla de Queiroz

P.S.:Este poeminho eu escrevi para o blog da Maria Filó no dia do orgulho gay.

19 comentários:

Priscila Rôde disse...

E isso é tão lindo.
Tão além!


Um beijo.

Amanda Proetti disse...

Lindíssima! Lamento ainda não ter conhecido vc pessoalmente!!! Quero muito!!!

Yhuri Cruz - O Pensante disse...

Coincidência.. escrevi sobre isso no meu blog (só clicar no nome) tb nesta semana.
Amo o seu blog *-* Já tá nos meus favoritos!

Vinícius Aguiar disse...

Palavras podem muito, mas infelizmente, creio que o verdadeiro jamais pode ser traduzido por palavras, e se puder, não é verdadeiro!

Parabéns pelo blog!
Beijos!

Franzinha disse...

Lindo!!!
Beijos

Fuxicando Sobre Artes disse...

Conheci suas lindas palavras no blog do Mukifuchic e adoro segui-las!! Parabéns!!

Fuxicando Sobre Artes disse...

Conheci suas lindas palavras no blog do Mukifuchic e adoro segui-las!! Parabéns!!

semiventos e apetites disse...

Sou muito seu fã!
Sou porque arranho em alguns versos, coisas que sonho em contar um dia,mas assim,como voce!
Lhe desejo sonhos
e palavras infinitas.
Amo esse blog!
Porque aprendo outras mais.
Joe Bertolucci

Gisely disse...

Marlarida,
Parabéns pelo belo trabalho.
Talento não lhe falta nunca!
com carinho,
Gyrassol

Nicolas disse...

Um eco te sussurra agora, algo escutado em posts passados te retorna..

Maria, vc nos le, nos mergulha e pesca palavras que parecem ate que sao nossas!

alegrias e sucessos!
Te adoro

Flávio Borgneth disse...

Palavra é um tema de transportes. Levam a expressão por onde ela quiser, até pelos cantos errados. Ferramenta de dois gumes. Mas, nu fundo, é branca, tem culpa não. O problema desses carros são seus donos.
Parabéns pelo texto...
Até!

. disse...

que beleza de blog, que encanto. lindo! um beijo.

Abe. disse...

Marla,
descobri seu blog lendo o blog da Elenita Rodrigues...Adoro tudo o que voce escreve,vc eh inspiradora!!!!
Citei vc algumas vezes no meu blog, mas nao esqueci dos creditos ta...hehehehe
Adoro vc demais!
Passa lá quando tiver um tempo...
http://outras-nuvens.blogspot.com
bjos grandes

Lubi disse...

passei aqui porque me deu uma saudade.

um beijo, querida.

L. disse...

As palavras estão além das mesquinharias humanas, são qualquer coisa pura que os deuses deram pra nos libertar.

Com admiração,

L.

renatafreitas ;} disse...

Nossa estou completamente facinada com tudo que você escreveu aqui, parabéns continue assim sempre sucesso :*

Camila Duarte disse...

Caraaaamba, A M E I seu blog.
Parece que as letras e palavras são suas amigas de longas épocas!
Está em meus favoritos!
:D
Beijo

remo saraiva disse...

Palavras são a matéria de TUDO, TUDO.

Tô de volta com as poesias, Marla!

Depois dá uma passada no meu "humirde" blog poético!

Bjs,
REMO.

David Lima disse...

Acho que no fundo a gente tem é medo de perder esse status quo que a felicidade proporciona. Medo de que tudo isso acabe e volte o que era antes. Por isso a claridade de ver tudo como sempre foi, como sempre é, como sempre será. Porque é a mesma coisa, mas não é a mesma coisa.

Beijocas,
David Lima