Páginas

terça-feira, junho 01, 2010

Desafeto



Foto: Carlos Tavares


Não quero mais o beijo molhado, o derretimento castanho dos olhos, o sorriso sacana. Não creio mais em tardes febris ou saudades desesperadas. Tudo é verbo, verso, papo furado. Tudo pode ser rasgado, cuspido, jogado no lixo. Obra prima perdida em rasuras. Poesia sem calor de corpo. Paixão destituída de loucura. Fogo morto.

Não quero mais o encaixe de tudo, o perfume da pele, a carícia dos dedos. Não creio mais em noites acesas, em madrugadas intensas, em manhãs de luxúria. Tudo é fome e desejo de saciedade. Tudo é espera por novidades. Displicência de afetos, perda de tempo, sexo sem vontade.

Não quero mais sensações de eternidade, abraços pra sempre, sussurros de amor. Creio em frases desacompanhadas, em palavras cruas, textos sem autor. Tudo é falta de comprometimento, tudo é vácuo, vazio, relento. Tudo é falta de rumo, um peito apertado, tristeza sem dor...

*

*

Marla de Queiroz

P.S.: Amores, obrigada por tudo!!!! Vocês sonetizam minha vida!
P.S2.: Texto baseado em fatos surreais! L.S., obrigada pela confiança e por compartilhar
tua história comigo.



32 comentários:

Mariana Valle disse...

"Tudo é falta de rumo, tristeza sem dor", mas, perdão pela infame rima, tua poesia é puro amor, menina!

Leonardo disse...

Marla, tudo na verdade é fatuo. Tudo fenece e morre aos poucos e gradativamente, mas quem sabe viver, encontra nesse intervalo, bons motivos para sorrir.


Só é copiado quem é bom, só é invejado quem se faz existir. Isso é ruim, mas muito bom. É a certeza do caminho certo.

Beijo

Marília Gabriela disse...

Linda Marla...

... parece feito pra mim!

O Coração pesado... pesado.
VC é abençoada... grande beijo

Amanda Proetti disse...

E sem mais espasmo, vc fala por mim mais uma vez!!!

Amanda Proetti disse...

E sem mais espasmo, vc fala por mim mais uma vez!!!

Mari Magno disse...

vc é toda sensibilidade.
como é bom vir te ler.

bonita flor, te desejo um dia cheio de amor.

beijo.

Andréia disse...

Minha eterna caixinhos dourados, vc mesmo quando está triste emana beleza e poesia...idola! amada! saudades demais da conta! vem embora pro cerrado, vem!!!

Anna Carolina disse...

Marla, acompanho vc e esse texto caiu como uma luva!!! Vc é maravilhosa!!! Beijos

Lila disse...

...e afinal, tudo não faz parte?

Junhu disse...

Linda escrita! Tenho seu blog a um tempo, mas só agora estou lendo-o de verdade! Estou adorando! rs
É sempre muito bom ver que ainda existe pessoas que escrevem tão bem assim e sabem tocar no coração dos outros.

beijos!

Camila disse...

Quando as coisas faltam... a gente sobra.


beijos daqui...

Serginho Tavares disse...

"...tua poesia é puro amor, menina!²"

fяαи disse...

ADOOOOOOOOOOOorooooooooooo seu blog.... simplismente tudo ^^. parabéns

Ariana disse...

Marla...
Simplesmente sensacional! Claro, como sempre!
Peço-te, não te desanime em escrever no teu blog por pessoas incapazes de darem valor a si mesmas...
Você é magnífica! Simplesmente Excelente!
Obrigada por me fazer sentir tão parte de suas poesias! Te adoro demais! Parabéns por tudo!

Trevisan disse...

"...tua poesia é puro amor, menina.³"

Cintia Ferreira disse...

Sigo este blog faz um tempo e nunca comentei..quero dizer que aprecio muito sua poesia e a leio sentindo mais que pensando.

Abraços!

Phelipe disse...

SUA POESIA (DESDE SEMPRE) É FASCINANTE... OBRIGADO PELO COMPARTILHAR (APESAR DOS PESARES - ME REFIRO AOS RECENTES PROBLEMAS COM PLÁGIOS)VC NOS INSPIRA =)
=)

Ø£hö§ ðë Gµë¡xa disse...

Marla, eu adoro o que você escreve e de vez em quando me aproprio dos seus textos, mas sempre com os devidos créditos, porque às vezes parece que está escrevendo pra mim...rs...adoro vc...
um beijo
Ø£hö§ ðë Gµë¡xa

Giza disse...

Marlaa há algum tempoo uma amiga me passou o endereço de seu blog, é icrível como estou viciada nele, te visito quase todos os dias, me identifico mto com várias coisas que escreve... E esse último agora me quebrouuu... rsrsrs

Grandee Bjooo

Gizeli...

Naty disse...

Esse eu me senti OBRIGADA a colocar no meu perfil do Orkut, claro que te dando o crédito. rs
MARAVILHOSO!! *-*

Infeto disse...

Osa fetos infetos, os afetos afetados e os fetos no inferno. abraços


http://poesiafotocritica.blogspot.com/

Anônimo disse...

BEIJO SABOR DOCE DE LEITE... DAS GERAES PRO LEME...
Anda triste percebo... leu o livro do Natal? Nunca mais nos falamos... sinto saudade do carinho...

Junior Mineiro

Viciada em você disse...

muito legal esse blog adorei..já li quase todos os textos mt bom mesmo :)

Anônimo disse...

Linda Marla, hoje descobri que te leio à 2 ano e meio.. rss
E assim será enquanto vc escrever pra mim.. rsss

Hoje procurei um texto seu que se chama: "Sobre meninas"...
Marla, vc tem mais algum texto (recente) que toque no mesmo tema?
pois aqui nao encontrei... Caso tenha por ai, esboçado, me mande! :D
lidiane_1111@hotmail.com

Obrigada sempre, por tudo tudo tudo...
Beijos, tantos....

Fabiane Siqueira disse...

Marla,

Adoro tudo que vc escreve... seu livro já sei de cor...

Quando teremos outro???

bjoss

Sérgio Gramático Jr disse...

Estamos com saudades surreais de você.

Mari Magno disse...

tentei...mas não conseguir evitar de colocar vc no meu blog nessa love week!

obrigada pelas lindas palavras, linda flor!

um beijo grandão!

Noe* disse...

Nossa, seus textos são lindos demais!!! =D
Beijocas =**

Anônimo disse...

foi pra mim né?

Anaterra

Cris Santos disse...

Lindo, lindo, perfeito!
Vou até postar esse texto no meu blog!
Marla você é demais!

Nilma disse...

Oi Marla! Entrei no seu blog pelo da carolinguistica. Gostaria de copiar essa poesia, mas claro, com todos os creditos. Posso?

Livia disse...

Também gostaria de postar essa poesia no meu blog, linkando para cá, obviamente.
Seus textos são demais!!!