Páginas

quarta-feira, março 24, 2010

Do outro lado da ponte


Foto: Daniela Urbano


Vasculhando nas memórias algum assunto, encontrei a carta que eu rabisquei na capa de um livro: “pra você”, era o destinatário. Não sei por que não mandei, talvez não quisesse passar a limpo o passado. Em letras garrafais eu te dizia: “acertei o caminho não porque segui as setas, mas porque desrespeitei todas as placas de aviso”. E achei curioso eu usar essa metáfora sem nem ao certo saber o que queria te dizer com isto.E depois de repousadas aquelas palavras eu percebi quanta coisa eu escrevi pra você, querendo dizer pra mim. Porque eu jamais chegaria aonde cheguei se só andasse em linha reta. Tive que voltar atrás, andar em círculos, perder dias, perder o rumo, perder a paciência e me exaurir em tentativas aparentemente inúteis pra encontrar um quase endereço, uma provável ponte: a entrada do encontro.Você tão ocupado com seus mapas, tão equipado com sua bússola, demorou tanto, fez sinais de fumaça e não veio. Você simplesmente não veio. Mas me ensinou a intuir caminhos certos, a confiar nos passos, a desconfiar dos atalhos. Porque eu estava do outro lado e só. Sem amparo. Mas caminhava. E você estava absolutamente equipado com seu peso. E impedido de andar por seus medos.
*
*
Marla de Queiroz

P.S.: Poesia vende, sim! Eu compro!

P.S.2: Tenho 5 exemplares do meu livro " Flores de Dentro" pra vender com dedicatória. O valor do livro com a postagem no total é R$30,00. Interessados, favor mandar e-mail pra mim! marlegria@gmail.com

P.S.3: Agora sou a mais nova colaboradora do blog da Maria Filó. Toda segunda-feira vocês poderão conferir o "docinho do dia" aqui!
Já têm posts inéditos meus lá, confiram!

P.S.4: Desculpem o sumiço...ando viajando demais, em todos os sentidos! rsrsrsrs...

27 comentários:

Anônimo disse...

Vc é FODAAAAAAAAA!!!!!!!! E Lindaaaaaaa! Eu te vi na praia hoje, de novo. Era no fim da tarde. No mirante. Acho que vc tava escrevendo este texto, porque escrevia num caderninho enquanto escutava música...rsrsrsrs....Eu reparei em tudo!
Fica aqui a minha admiração.

Luiza Nonato disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Luiza Nonato disse...

todos os dias venho me alimentar um pouquinho da sua poesia e hoje, ainda bem, tive a minha parcela. vc tem um "que" de Caio e Clarice. não nos abandone! suas palavras são sempre certeiras. me identifico demais. seu dom de externalizar sentimentos em palavras é admirável!

Shiruvana disse...

conheci você exatamente pelo blog da maria filó.. agora vou repassar teu blog pra minha filha, que adora 'seguir' poesias!

Carlinha de Lemos disse...

Você é inspiradora...
Q DEUS abençõe sempre seus pensamentos para que possa compartilhar conosco...
Bjos

li todos seus textos.

Sylvia Araujo disse...

E é no descaminho que a gente se encontra. E é no avesso que a gente se enxerga. Sempre andando e a gente chega! Ah, chega!

Umbeijomeupravocê

Gabrielle disse...

Aonde posso encontrar seu livro ?? Adorei o seu trabalho, estou encantada!

Dica Cardoso disse...

Sem cometários... Você imagina e realiza!
(reverência)
permita-me voltar... Por favor!!! (rss)
Abraços no coração!

Juliêta Barbosa disse...

Marla,

Estava com saudades de ler você! Bjs.

disse...

Perfeita, você é perfeita !
Parabéns!!

Luna Gandra # disse...

Li no blog da Elenita. Maravilhoso! Parabéns, já estou ti seguindo

Luana disse...

Marla,

Sua poesia é maravilhosa.. faz um bem danado vir aqui todos os dias ler um pouquinho, os novos, os antigos..

Quero mto adquirir o seu livro, como faço?

Beeejos!

Luana disse...

Marla,

Sua poesia é maravilhosa.. faz um bem danado vir aqui todos os dias ler um pouquinho, os novos, os antigos..

Quero mto adquirir o seu livro, como faço?

Beeejos!

Leonardo Medeiros disse...

Muito bom seu texto. Aliás, como já falei. Vc carrega e maneja dom da escrita.


Beijos

✿Lשcأαηα ✿ ੴ°° disse...

Lindo demais tudo que escreve...
pena que de TÃO bom seja POUCO! rs
Bjos

fênix disse...

Em temposn de coração "apertado" venho aqui, leio e logo após desabo... desculpa mas é um elogio, choro porque me identifico, vejo tristeza e motivo em tudo, neste momento pelo menos...aprendi a gostar de 'clarisse" lendo seus posts, você é inspiradora...obrigada não tenho talento como seu mas ápós um tempo lendo seu blog resolvi colocar oque sinto em um...chama magoas contidas@blogspot.com bjs

Aline disse...

é impressionante como vc escreve tudo o que está preso dentro do meu coração!
bjs.

Luana Ferraz disse...

Te encontrei pelas páginas da Elenita e adorei seu espaço, o seu romance com as palavras...

Estou seguindo...

Uber Expresso disse...

Vc tem um dom, que essa luz só cresça em vc para poder nos abrilhantar com essas lindas palavras... Parabéns!!! Beijos Roberta

continuando assim... disse...

convite :

estamos perto do final... se final houver.
o capítulo 18, é o último capítulo do livro
quem já leu o "Continuando assim...", sabe como termina o livro.
A todos vocês que têm andado por aqui pacientemente , lanço o desafio prometido .
Antes de publicar o último capítulo , gostava que me dissessem como gostariam de terminar esta história de Alice e André.
Podem publicar os "vossos finais" nos comentários ou mandar directamente para o mail
queirozteresam@gmail.com
Irei postar aqui todos os finais possíveis , todos os "vossos finais" :)
Estou quase certa que algum de vós encontra o final perfeito.
está lançado o desafio, para já espero as vossas respostas
um grande beijo a todos !!

bj
teresa

Lume disse...

Marlinda..

Colocou aí exatamente o que eu estou querendo gritar hoje..

Maravilhosa como sempre..
Pisou na ferida..rs...

Beijos de Lume..

Flowers disse...

Como todos os teus seguidores e comentaristas, estou encantada pela sua poesia, pelas suas palavras,
estava no blog da Carolinguista e o Transflorma-la me chamou muito a atenção...

Logo hoje, que estou sensível você tocou em mim lá no fundo com seu blog. Com sua poesia, com sua arte...
Voltarei com mais calma depois e devorarei suas palavras, e assim que puder, encomendo suas palavras para andarem sempre comigo...

Obrigada por compartilhar-se conosco,
obrigada por Transflormar esse espaço...

beijos
P.S saberá porque o TransFLORmá-la me seduziu...

Yara Domingues disse...

Oi Marla!! Meu pai me indicou seu blog e é mto bom..sou filha do Mário Roberto(Poeta) amigo do Miguel dos Anjos. Ele esteve com vc parece..não sei se vai se lembrar.
Ainda sou nova nesse lance de blog, twitter e tal.. estou aprendendo rs, mas virei sua seguidora. Add meu blog tb! Faço artesanato e posto lá..biojóias!Bjus
adeliarozza.blogspot.com

Bonequinha de Luxo disse...

Parabéns!!!

Bom encontrar estes textos por aqui...

Vou te seguir!!

bjus

Coisinhas disse...

Este seu texto é simplesmente maravilhoso!
Quando eu puder comprar seu livro com certeza comprarei.
Esta jóia q vc produziu, simplesmente valeu tudo!
Obrigada!

Ana Frantz disse...

Ahhh Marla,
Teus textos tem a dor e a docura. Tem a nudez, a alma e as asas.
E eu que ja me despi de roupas velhas, de veus e camuflagens, me deixei levar pelos ventos do outono e florir antes que a primavera me tocasse, eu que nao tenho medo das profundezas, ainda assim, tuas palavras, sempre me deixam ainda mais nua, talvez mais mulher.
Obrigada,
Ana

Anônimo disse...

Você é foda!!
caraca, nunca deixo de me surpreender!
amo vc, pq todo dia quando chego no trabalho o primeiro site que abro é esse aqui!!!

beijos mil....
Lidi.