Páginas

quarta-feira, julho 15, 2009

Meu melhor amor



REDESCOBERTA

Há horas em que temos de parar tudo, por mais urgente que seja, ou pareça ser. Não há alternativa. É necessário olhar por uma lente invertida que remete à alma, gerando impressões sobre o que está acontecendo. E tudo pode ser um sinal, um pedaço de vida perdido num espaço aparentemente inóspito e repentinamente resgatado.
Redescobrir (de novo) esse amor é perceber o quanto ele é valioso e enriquecedor, é lembrar de um detalhe da boca dela, da tonalidade única da voz, de todas as sacanagens faladas no chuveiro mas ter certeza de que tudo isso é apenas o registro genérico de algo muito maior que ocupa um espaço imenso do coração bobo. E aí, mais um sinal: o verde não pode invadir o roxo, tudo composto numa obra viva de arte em que, com liberdade, se pode “olhar pro mundo e para si próprio com uma visão ilimitada”. O Universo, TODO ele naquele instante, é muita compreensão e paciência, combinados com a “insistência de um mergulho na correnteza”, por mais perigosa que seja. Agradeço a vc, Universo, por me permitir sentir e trocar, viver e aprender, ser feliz para sempre num fim de semana e nele experimentar todos os extremos de um amor LIVRE que se pronuncia eterno. E que será sempre a síntese da pintura em que as cores não se misturam, mas que, uma sem a outra, anulam a poesia.

Ass: SEU POETA PARTICULAR

Eu nunca precisei estar apaixonada para estar feliz. Sempre tive os amores alheios para pontuar os meus textos, minhas histórias meio tortas pra humanizar minha solidão e aprendi que palavras também enfeitam silêncios.E estava mais que conformada com a vida sendo assim: dias úteis, feriados, sol e frio, chuva e vento, um breve amor trazido pela brisa.E uma dose de esperança para iluminar o meu rosto. Mas quando o meu corpo encontrou esse amparo que é o seu, pensei: em algum sonho eu já estive aqui. Eu sabia que era possível um amor assim, talvez porque tivesse lido em algum livro.Eu sabia que era bonita uma história plena, talvez eu tenha visto no cinema. Mas esse amor perfeito, sendo real e possível, talvez eu nunca tenha concebido. Agora eu entendo as coisas que foram ficando pelo caminho, as frases que se atiraram dos meus versos, as dedicatórias só com as iniciais de algum nome perdido, os conflitos que encarei mesmo quando havia apenas um cansaço. Agora entendo por que eu celebrava o que eu tinha e o que perdia. O quanto eu me preocupei em me lapidar e viver em harmonia, o quanto eu precisei escutar pra entender quando era a hora errada ou pra poder saber dizer a coisa certa. É porque eu precisava estar pronta na sua chegada.

Falar do nosso amor é tão difícil porque não encontro um tamanho assim nas frases.Ele é essa poesia fluida, inacabada, uma estrofe acrescentada a cada dia. A metáfora perfeita que se dá em cada beijo.Eu me emociono, meu amor, por essa perpétua manhã que você abre em mim. Eu me comovo por receber diariamente essa primavera emocional no meu peito.Essa alegria que você sabe expandir quando eu pensava que nem era mais possível. Não há como falar sobre você sem entrar num total estado de gratidão.

E é com a obstinação de quem quer dizer sobre esse amor que nem se explica, que tateio essa explosão de afeto procurando ao menos a textura pro meu texto.

Meu amor, meu muso, meu menino bom, meu galã, meu poeta particular...Quantas cartas de amor eu pressenti, escrevi e assinei em tom profético; Te amo, estranho...Só agora eu descubro o teu nome: Te amo, Igor. Com apenas este erro: o sintático.

(Hoje é seu aniversário e eu fiquei pensando qual melhor coisa eu poderia te desejar: desejo que tenhas alguém igual a você em sua vida...)


*

Marla de Queiroz ( MARLAmando o perIGOR)

*

P.S.1: O texto anterior ao meu é apenas (!) um dos maravilhosos e-mails que recebo

diariamente deste homem incrível que me deixa muda!

P.S2.: Amores, peguei mais 10 exemplares do meu livro na Editora.

Interessados em adquirí-lo com dedicatória, e-mail para: marlegria@gmail.com

P.S.: Amores, dêem uma lida no blog Cartas ao Joaquim, por favor, preciso da ajuda de vcs!



8 comentários:

Anônimo disse...

Meu Deus!Que coisa linda!Nunca comentei aqui, embora venha diariamente...Mas...
Chorei lendo os dois....
Nossa, Marla, eu não imaginava pra vc nada menor que isso tudo!
Vc merece pelo muito que nos dá.
E com vc só podia ser assim, transcendental!!Sortudo este seu "homem incrível", ele tem uma Marla de Queiroz só pra ele....rsrsrsrsr...Fico imaginando essa maravilhosa troca que vcs devam ter!
Deus abençoe este amor!
Quero um igual! rsrsrsrsrrs


Judite.

Karina Marques disse...

gostei muito daqui, virei visitante
;)

Anônimo disse...

Amor!!!!!!
Muito amor...ai que transbordou o Atlântico e to toda amando ...

VC MERECE tudo isso e muito mais.

Te amo!!!
Thais Amorseu..

Donana disse...

Lindo demais, feito você ... e meu também! Amo essa casa, linda flor marla ...

Uênia Barros disse...

MeL Dells que coisa linda.
Me desmaxo com tuas palavras :~~


:*

Árvore Vermelha Ateliê... disse...

Linda!
Incrível texto.
Olha o que o amor nos faz! rs...
Inexplicável, né?! Quer dizer, você consegue descrever!
"Falar do nosso amor é tão difícil porque não encontro um tamanho assim nas frases."
Saudades,
Gy Paulino

Tha Guedes disse...

isso sim é liberdade...
emocinante.

votos de eternidade,
beijo!

Patty disse...

Eu me encanto com tuas palavras. São leves e tão profundas. As usa com domínio e perfeição!

Eu sempre gostei de escrever e admiro quem tem esse dom. Você ganhou mais uma fã!

beijus