Páginas

sexta-feira, março 13, 2009

Por que eu amo o nosso amor?



Foto: Michelle

Porque você chegou assim
Derramando poesia em mim
Inaugurando meu caderno
De pressentimentos bons

Por todas as noites e tardes
E amanheceres intensos
Pelos longos dias que passaram rápido
Pela história de prosperidade incerta
Mas de tanta inteireza e entrega
Eu te guardo na lembrança mais bonita

(Por todas as páginas que vestimos pra nos desnudarmos)

Meu menino bom
Meu poeta particular
Meu amante voraz
Por você se derramar
Até eu ficar molhada
Jamais esquecerei tuas incandescências
E esse amor que acendeu em mim
Novas exuberâncias

E se nunca havia me comprometido com tanta certeza
É porque eu tentava caminhar onde não havia espaço

(E no seu abraço eu encontrei o caminho mais perfeito pro meu próximo passo)

*

*

Marla de Queiroz

P.S.: Vendas do meu livro " Flores de Dentro" com dedicatória pelo e-mail marlegria@gmail.com

Obrigada pelos e-mails incríveis, pelos afagos eternos, por todo o interesse pelo meu trabalho.

Isso me faz caminhar com mais disposição e alegria.

15 comentários:

Amanda Proetti disse...

Exuberante, como sempre é esta sua poesia que é tão de todas e todos nós!
Beijos!

Thaisinha... disse...

Bastante empolgante.
Faz-se em relatos os dois lados do relacionamento. É muito bom ver essa especificidade em umúnico texto, tão bem escrito, descrito.
bjO.

Julieta Abiusi disse...

Simplesmente SONORO! E adorei o ritmo suave, tudo se completando, se abraçando como vc diz :o)

Borboleta Verde disse...

Que deli!!! Sereno... em comunhão com o Cosmos...Amei!!!!!!!

Juliêta Barbosa disse...

Marla Querida,

Cada dia que passa você se supera em delicadeza e sensibilidade. Parece que o amor vive em estado de "arrepio" em sua pele, e esse ar traz até nós a doçura das suas palavras. Lindo!

Iêda disse...

Suas palavras mostram tanta sensibilidade que todos se reencontram nelas. Como sempre belíssimas Flores de Dentro!
beijos

Douglas Campigotto disse...

VIVENDO E APRENDENDO...

Serginho Gramático disse...

Oi, Wolverine da literatura.

Passei pra te ler e deixar um beijão.

Anônimo disse...

Marlabarista, bom dia!!

♫♫♫♫♫...Não sei que instrumento me rege, te rege, só te reconheço como uma sinfonia!...♫♫♫♫♫

Bjo de-Lume

( "...Se tudo fosse...de qualquer modo..." )

Eduardo Tornaghi disse...

É êle?
Que força hein?
beijão
ET

Anônimo disse...

Dona Marla,

Vejo que teu coração está inundado de alguém...bom pra vc, que pena pra mim....rsrsrsr...desculpa minha falta de sorte.
Mas tua poesia quando se apaixona fica ainda mais fascinante.
Vou continuar vindo aqui.

Beijo em vc.

Mamello disse...

Marla querida, indiquei seu blog no meu.

Espero que goste!

Beijo do Marcio.

Mamello disse...

Dá uma passadinha lá depois.

Xandy Britto disse...

Mas que coisa bela! Que alminha linda e carente. Mulher, me leia, sei que vai curtir.

XB

line. disse...

Lindo! Adorei seu blog! Uma fofura!
Sou nova por aqui, acabei de criar meu blog... e achei o seu pela net! Gostei muito, ja esta em meus favoritos!