Páginas

quinta-feira, janeiro 15, 2009

Sobre o Amor



Foto: Fabianna Espíndola


Amar você é ter vontade de ir a lugares que não conheço e me expor de um jeito que me ilumina. É transgredir a ordem das coisas, transmutar medos antigos e cantarolar canções novas.Amar você é passear por entre haicais, sonetos e trovas.

Amar você é descobrir que alguns mergulhos são desnecessários, que algumas coisas existem para se conhecer só na superfície, dispensando dicionários, porque elas são simplesmente aquela estrada rasa feita pra se caminhar por cima e a esmo.É eu saber teu colo e você a minha mão quente. É esse nosso afago relembrar a euforia das paixões adolescentes. É poder ouvir exatamente o que foi dito sem procurar uma mensagem oculta, uma palavra mágica dissolvida no contexto ou outros indícios. É respeitar tuas vontades, tua inconstância, tuas dificuldades. É saber que uma meia-verdade pode ser a verdade mais sincera de cada um...

Amar você é também mergulhar nos meus textos e ficar submersa observando as coisas por dentro porque a densidade delas é o essencial, é o meu centro. É entender tuas limitações porque me olho e vejo as minhas, é conceber minhas mudanças porque também vejo as tuas. É não deixar que nada corrompa nossas essências, porque nos queremos melhorar para o mundo, porque queremos embelezar nosso universo, porque queremos ser além das aparências. É saber que cada passo que dou será na direção que escolhi e que só terei o conforto da sua companhia se, por acaso, quiser seguir o mesmo rumo. Porque somos unos, múltiplos, imensos, nunca os mesmos, sempre os únicos, os mais intensos.
É encontrar leveza nas emoções que nos transbordaram porque estávamos prontos. É escrever um dicionário de palavras distraídas. E adentrar o corpo de um poema recente, ainda disforme. É falar de amor usando a metáfora mais inocente. É também experimentar a simplicidade com que tudo pode ser vivido, até àquela hora em que o desejo dorme. É vir à tona e, sem sustos, te deixar ser e me vir refletida, pedra bruta antes de ser polida, até a hora da próxima fome.
Amar você é amar aquilo que, de outra forma, jamais faria sentido: é abraçar teu passado, teus traumas, teus vazios, tuas confusões e angústias existenciais como quem abraça a um amigo.
É agradecer profundamente, ao acordar, por esta pessoa inteira, que jamais será uma metade e que me escolheu para a soma, e que com todas as alternativas que teve, preferiu seguir comigo.
(Amar você me fortalece.)
*
*
Marla de Queiroz

P.S.1: Dia 19/01 o blog completa 3 anos de existência e como sempre faço, escolhi um texto dos que gosto que já foi postado, mas que se perdeu nos arquivos. Este é um mantra meu, representa o tipo de relação que estou disposta a viver.

P.S.2: Peguei mais exemplares na editora, os que não conseguirem comprar o livro pelo site www.editoramultifoco.com.br tem a opção de me mandar um e-mail para marlegria@gmail.com que eu envio autografado pra qualquer lugar.
Obrigada sempre!


P.S.3: Foto que ganhei de presente de uma leitora do blog.

25 comentários:

Anônimo disse...

Oi Marla!
Sou de Olinda, Pernambuco. Te descobri recentemente, e estou amando, TUDO! Meus parabéns pelos textos, são lindos! Ontem fui à livraria Cultura em Recife e fiz o pedido do teu livro. Já divulguei teu blog para várias amigas, e elas assim como eu estão amando!
Bem, só queria deixar registrado.
Beijos e boas inspirações.
Virgínia
virginiagalvao@yahoo.com.br

Lia disse...

Belíssimo texto, Marla.Como todos os que já li, infelizmente ainda poucos mas tb por pouco tempo.
Gosto muito.

Um abraço

O2 disse...

Amei este texto Marla, acho que precisava ouvir hoje, estas palavras exactamente, com esta intensidade, nesta junção, neste tom perfeito que sempre usas que me faz de certo modo entender o que sinto, Obrigada essencialmente.

Se eu te pedir, mandas o teu livro para Moçambique?

:)

Por favor?

Beijo

Su.

Amanda Proetti disse...

Q delícia entrar aqui e ter o prazer de desfrutar das primeiras novas palavras depois do dia em q descobri este canto q tanto me fz bem!
Bjo enorme e obrigada pelo livro!!!

Anônimo disse...

Lindo Srta encanto..

Coincidentemente busco o mesmo..rs.

Beijos de-Lume

Lubi disse...

Minha flor.
Lindo texto.

Parabéns pelos 3 anos de blogue e todo o sucesso.

Beijo enorme.

Luiz Zonzini disse...

Amar.

Amar, é o que importa.

Luciano disse...

"Ama-la é descobrir partes de mim em ti, ou não, e mesmo assim querer descobrir cada dia um detalhe mais. Amar-te é transgride qualquer lei da fisíca ou quimíca, eu simplesmente fico aos teus pés" - Era só o que eu queria dizer è ela esta noite.

vega becker disse...

menina poeta!
revirar arquivos as vezes nos remete a lugares bons... como esse propósito de amor.
muito bom!
;*

Sir Veiga disse...

Me sinto uma esponja atirada aos teus sentimentos, mas ao invés de me encharcar, me espremes, pq nas tuas palavras falas dos meus sentimentos com uma perspicácia assombrosa...

Inigualável =]

Ass:Poetinha Vagabundo rsrs

Sir Veiga disse...

PS: Vale dizer que superando "da espera" esse é hj meu texto favorito de todos q vc ja publicou aqui...

Bjaum

Alexandre Beanes disse...

um brinde aos próximos 30 aanos de amor...grande beijo, Marlinda.

Gleidston dias disse...

Valeu a pena chegar ate aqui,ainda não lí tudo mas. volto para ler.parabens!

otimo fim de semana pra voce.

bjsss

Montanha disse...

Marla,

Sou de São Paulo, aluno de Jornalismo, e pelo blog da Ieda, minha professora, conheci um pouco de ti.
Resumindo: sem palavras!!!! Não pare por aí, rumo ao próximo livro.

Montanha

vida cotidiana disse...

Amei seu blog, to lendo devagar é um prazer , parabéns pelo livro. através do site que você likou a gente pode comprar? bjs

Juliêta Barbosa disse...

"É eu saber teu colo e você a minha mão quente."

Amar é simples assim, Marla! E nada mais que isso.

Ana disse...

Lindo esse espaço... Eu o conheci a partir de um link enviado por meu irmão, onde ele dizia, "bom dia, anamaria. dá uma olhada nesse blog...". Uma olhada é pouco, poesia nunca é demais.
Abraço

Paulo Viggu disse...

Ando com a alma guardada na montanha. Ando pela cidade, vez em quando, veloz. A saudade é a mesma. Abraço - Paulo Viggu

Nina disse...

emocionei-me ao ler .. BELO!

Anônimo disse...

Oi meu anjo é o Bruninho do Val... Eu e a Lú andamos com muitas saudades sua!! voltei a ler seu blog.

Vou adquirir o livro também!! rs... Te amo linda. Fiquei com inveja e vou tentar atualizar o meu.
Beijos, paz e bem!!

Paixão, M. disse...

Marla, adorei essa alternativa pro livro vir autografado! vou escrever pra ti agora em fevereiro =)

e sobre o amor.. não tá muio fácil ler coisas de amor, agorinha aqui dentro é fase de puro nó. Mas ler você é sempre maravilhoso.

beijão!

Ciça Freire disse...

Quanto mais eu leio, mais eu gosto!
Vc se expressa de uma maneira, que me faz sentir, amar, sonhar e querer partilhar. E é isso que faço!!!
Tô doida pelo seu livro...
Bjs

~~ Carol Farias ~~ disse...

Marla... conheci seu trabalho pelo blog Pensamentos do Bem.
Meus parabéns... adoro tudo que você escreve.
Agora vou me tornar frequentadora assídua do seu blog.
Muito sucesso com o livro!!

~~ Carol Farias ~~ disse...

Marla... conheci seu trabalho pelo blog Pensamentos do Bem.
Meus parabéns... adoro tudo que você escreve.
Agora vou me tornar frequentadora assídua do seu blog.
Muito sucesso com o livro!!

Rener Melo disse...

Uau! Fiquei "speechless". rs