Páginas

quinta-feira, novembro 06, 2008

Outra Estação

Foto: José Ferreira


Eu esperava
e a esperança era tão precisa que calculava:
Você viria na primavera mais propícia.

Eu esperava um encontro tão romântico,
pra desmitificar tua estátua de concreto.
Eu esperava que nada mais pudesse vir a ser um desafeto.

E veio fluido como fonte
E veio ávido, como fome
Mas se tornou um chato no papel de “Monge”.

E havia um romance, mas vaidoso.
E, em vez de amar, ficava dando pistas:
assim, feito uma celebridade, um artista.

Eu fui cansando, ficando com preguiça:
Havia idealizado a estabilidade de um amor,
e apareceu você, mais um turista.

Eu esperava então, que fosse embora logo.
Que nem tirasse a roupa, já que nunca a máscara.
Que me deixasse em paz a tempos de um verão.

Se fosse a primavera assim, a mais propícia,
queria eu então outra estação:
mais divertida, leve, colorida
ou, pelo menos, muito mais promíscua.

*

*

Marla de Queiroz

13 comentários:

fred disse...

Muito bom, Marla.
Parabéns!
Beijos

ficcaobarata disse...

e estejamos sempre procurando uma estação que valha a pena.
belo texto.

Lubi disse...

me encanta tua poesia, Marla.
e é assim e são tantos os turistas.
mas eu sei que virá teu desejo.

um beijo.
muitas saudades.

Rayanne disse...

ahahaha.

Sim, sim.

Mais alegre e colorida,
mais picante e divertida.

Senão, como Amar-la?

**Estrelasempre**

José Rosa (ZeRo S/A) disse...

Muito bonito. Gostei demias.

Paula Calixto disse...

E veio inverno em verão.

Fora de época, foi-se. Então!

Beijos, flor.

Geraldo disse...

Lindo querida! BJs

Anônimo disse...

Fã incondicional desta Marla-morena-linda...
Quisera eu ser sua primavera..

may-akr@hot.......

[PH]elipe disse...

Minha vida escorre por teus versos...
de novo

Não digo q sou teu fã somente, mas sou fã de tuas palavras, q se seguem o exemplo das minhas, escorrem de mim como um copo que transborda, e se transborda, não é por outro motivo, senão pela pequenez de meu ser, que não contém todo sentimento que gera esse meu viver...

"Marlavilhosa" sua poesia :)

thamine disse...

Tanto tempo querendo deixar um recado/comentário que fosse, mas nunca achei letrinhas suficientes, nem que eu fique um eternidade tentando nunquinha vou achar.Tudo se torna pequenino perto do que - sem saber - você faz por/em mim.
Então acho que só posso dizer obrigada.
Mais linda impossível, na verdade poesia pura.

Anônimo disse...

Maravilhoso!!!
Este me veio como uma música do Tom...

Fabio Fernandes disse...

Não te deixarias se não deixasses.
Caso o teu coração não precisasses protegê-lo.
Mas agora que já foi, não adianta apêlo.

:P

Giane Luccas disse...

Eu me delicio quando descubro que houve alguem capaz. Capaz de traduzir sentimentos com os quais os meus se identificam tanto. E ainda por cima, consegue por cor, sons e sabores a eles!
Parabéns querida!