Páginas

quinta-feira, fevereiro 07, 2008

Depois da festa

Foto: Baby (saMY)

Confetes, teu chapéu colorido e a minha saia de tule espalhados pelo chão. Agora meus cabelos molhados, tão castanhos, e os teus olhos azuis. Um resto de vinho e Bruna Caram com a voz tão limpa cantando “palavras do coração”, (queria ter dito o nome da música sem usar aspas). A minha cara lavada, o teu sorriso malandro. Um dia escrevi um poema menor que o título, você me disse em itálico. Eu já apareci em algum desses teus jogos de tarô?, interrogava. Sim, sim, meu Cavaleiro de Copas (eu respondia sem travessões). Sabe, eu tenho a sensação que antes de você, nada aconteceu de tão bom pra mim...Você vai escrever sobre isso algum dia? Não sei. Como vou amarrar essas palavras diluídas no beijo?

*

Marla de Queiroz

6 comentários:

Clóvis disse...

A Bruna é uma querida. O Otávio Toledo ( de quem ela gravou todas - ou quase todas - as canções desse álbum ) é meu parceiro. Está musicando uma letra minha e eu fiquei de letrar uma melodia dele.

E a Marla...
ai ai...
A Marla é encantada.


Beijos, sua linda.

Paula Calixto disse...

Aspas?! Pra que aspas?! Itálico?! Pra que itálico?! Travessões?! Não!!!

É tudo voz, também, do seu coração. (;


Beijos, flor.

Juliana Pestana disse...

Coisa linda de viver... as palavras sao suas e elas jah enroscaram pelas suas pernas, dando voltas pelo seu corpo.

Sabe usa-las de qualquer forma... como poucos.

Mendoscopia volta... timido, mas forte!
Troquei a roupa velha por um vestidinho novo e estampado.
Nao importa se faz frio... pra mim, é primavera.


Bjo grandao.

Lubi disse...

;)
Um sorriso enorme pra você.

ju disse...

desde q eu encontrei suas palavras (há pouquinhos dia atrás) fiz um intensivo e li TODOS as poesias... Como não te encontrei antes?
Coisas que só acontecem no carnaval... ;)
amei!

Remo Saraiva disse...

Muito bom!! Adorei o jogo ortográfico das palavras!

Bjs,
REMO.