Páginas

domingo, janeiro 13, 2008

Mão dupla


Foto: Mariza


De mãos dadas
atravessaremos esses becos, avenidas e estradas
à procura de uma trilha
(sonora)
que nos leve a um canto
(afinado)

*

*

Marla de Queiroz

11 comentários:

Bb disse...

De mãos dadas a gente consegue ir a qualquer lugar. ;)




Beijo e boa semana!

Denyssima disse...

É sempre bom ter uma mão pra nos ajudar a caminhar....

bj e boa semana

Jake Mello disse...

A nossa busca infinita no outro, verdade !
Lindo !
"Afinizei" com sua poesia..rs

Bjo

poeta matemático disse...

Nhá...

É buscar mãos que sejam como as nossas...

Adorei...

Até

Lubi disse...

Simples e amável. Poema á sua maneira.

Beijo, Marla.

Cacau disse...

Tancante!

Thiago Forrest Gump disse...

Há trilhas e trilhas... :)

Vinicius disse...

Olá.Sou visitante novo do teu blog.
Gostei deste poema bem romântico.parabéns pelo blog e pelas imagens bacanas.
Abraços.

Anônimo disse...

Olá, tudo bem?!!!!

É a primeira vez que visito o seu blog. Quem me indicou foi a Claudinha, sua amiga e minha prima, e simplesmente me apaixonei. Adorei os seus textos, o seu estilo.

Parabéns!!

beijos!

Luciana

Remo Saraiva disse...

Saber usar parênteses em poemas é dom, acredito eu. Bem singelo o uso que você fez. Parabéns, poeta!!

E parabéns também pela indicação do blog!!


Bjs,
REMO.

Soraya disse...

amiga linda,
fico tão orgulhosa, saudosa, tocada, enfim, sentimental quando piso aqui.
há tanto talento dentro de ti e fico feliz de poder compartilhar dele.
adorei esse poema das trilhas&cantos.
beijos de brasília.