Páginas

quarta-feira, outubro 31, 2007

Do caos ao cais



Foto: Leonardo Pacheco

Minha poesia me traz consolo, inquietação, devastação e paz.
Ela nunca me diz com antecedência se será de resgate ou de rebentação.
Ela nunca me diz se vai amparar no auge das minhas urgências.
Mas quando minhas palavras se apaixonam por alguém,
elas dançam no corpo dos dedos e se revelam entre tantos segredos
pra sanar o meu caos interno e chegar no eterno cais.

É que, às vezes, navegar é o que há de mais preciso.

*

*

Marla de Queiroz

11 comentários:

BEIJO JO disse...

COISA-MAIS-LINDA-E-MAIS-AMADA.

Paula Calixto disse...

Que a Vida seja então um belo navio num mar de há-mar (ou seria o contrê?).

Sempre que venho aqui, me ponho a pensar...

Beijos, flor.

paulo vigu disse...

Venho do texto debaixo ator mentadoentorpecido. Prefiro comentar aqui, pois subi pelas suas palavras pra fugir da arrebentação. Faça isso também!
Virei linha oceânica e, claro, sempre rio, gosto quando sinto os seus pés em minhas águas. Tem uma pedra lá. Só sua. Riodaqui. Beijo na dona da casa.

Clóvis disse...

Êta, coisa mais sensível.
Marla pega as palavras e molda, transforma quase num artefato mesmo, pleno, palpável.


Sua absruda.

Lubi disse...

É, navegar.

Carol Montone disse...

Que saudades!!!!!Tua poesia me tira do abismo e me leva até as profundezas de mim....me alegra, me acalma, me ilude com a promessa de que há neste mundo reciprocidade....vc é demais Marla....meus olhos e meu coração são apaixonados por suas palavras ...vc é realmente doida e transformadora...é movimento...é um tesão
obrigada por existir
sumiços de ocasião motivados apenas por incompetência de gerir o tempo e uma certa trsiteza paralisante....
beijos grandes
Carol Montone

Paula Calixto disse...

Mas o prazer é sempre TODO meu, eu imagino! [risos] Afinal, sou eu quem me delicio ao vir aqui. Porque nem precisa uma publicação por dia. Já que em todas, há um re-ler que multiplica a ótica!

E... tem você hoje lá no meu canto. Espero que não se incomode, mas não resisti. Tinha que lhe citar! [:)]

Beijos, florzinha-beleza!

Leandro Jardim disse...

Olha a pessoa fernandando, beleza pura!

beiJardins

Lubi disse...

Um beijo!

Diana Pilatti disse...

Gostei dos seus textos, das imagens d blog... parabéns...

Denyssima disse...

Eu digo assim: Seus textos, Marla, me trazem consolo, inquietação, devastação e paz....

bjus