Páginas

quarta-feira, setembro 05, 2007

Uma balada para dois*


Desconheço o autor do desenho...(que pena!)

Tem tanta dor dentro desses copos,
tem tanto ardor dentro desses corpos
e tanto, tanto nesse “vezenquando”
que vezenquando tudo é encanto.

(Mas o ideal ainda tão distante
interrompe
o toque, o gole, o trago, a verve, o canto).

Por ser real
por estar tão próximo
e por ser possível,
há de parecer
tosco
pouco
óbvio
(mesmo, vezenquando, sendo incrível).

Talvez, um dia,
quem sabe,
um reencontro:
no bar da esquina,
na praia,
na fila do banco,
no trânsito.
Ela com o seu parceiro ideal,
ele com a sua mulher perfeita:
duas pessoas es-colhidas
para caberem nas suas antigas
e comportadas frases feitas.

*

Marla de Queiroz.


*Poema publicado no Blogo de Sete Cabeças há meses...
*
P.S.: Amores, dia 11 de setembro eu gostaria de relançar uma campanha que começou há uns anos, mas que depois foi perdendo o ibope.
É o seguinte: neste dia, saia de casa com um livro, qualquer um que tenha tido importância na tua vida.Escolha um usado, compre o mesmo no sebo, sei lá, mas escolha um livro interessante, não esses que a gente tem, nunca leu e quer se livrar.Enfim, escreva uma dedicatória pra um desconhecido e abandone em algum ponto da cidade: num ônibus, num banco de praça,num carrinho de supermercado...de preferência num lugar coberto, em caso de chuva.
Faço isso algumas vezes a cada 3 meses e a sensação é deliciosa.Se todos participarem, pode ser que você também encontre um livro por aí, com uma dedicatória misteriosamente sedutora.
Por favor, quem puder, me ajude na divulgação.

7 comentários:

Luzzsh disse...

Campanha nobre! Espalhar poesia, carinho e sortitude de sentimentos.
A escrita? Maravilhosa, como sempre. Linda.
Beijos.

Octávio Roggiero Neto disse...

adorei sua idéia, Marla, tô dentro!

aliás, vez ou outra apareço por aqui e sempre me delicio com seus textos: cada um mais monumental que o outro, sempre com aquele sentimento de uma intensidade incrível.

você é irresistível, apaixonante!

eliz pessoa disse...

Minha amada Marla, gostei tanto, tanto da idéia do livro, que vou divulgá-la entre amigos. Partindo da minha estante de casa. Vou escrever como falou e vou experimentar a sensação, seja ela qual for... Depois de conto...
Amo-te!
Besos!
eliz

Clóvis disse...

Poema mais encantador, dá vontade de ler de novo e de ouvi-lo sendo dito por você. Diga ele pra mim qualquer hora dessas...?

E a idéia é Marla-vilhosa.
Pra variar.


Beijos, gostosilda.
Amo-te.

Leandro Jardim disse...

Muito, muito bom!

:)

Alê Namastê disse...

Lindo texto!
E mais um dia plantado...
Beijos*

Helô disse...

Marlinda, que delícia que é estar de volta! Agora já posso...
E quero é mais!!!
bj