Páginas

quinta-feira, junho 21, 2007

Da chegada do inverno

Foto: Ana Meireles
*
*
*
Manhã de outono, tarde de inverno:
duas estações repartem ao meio o dia.
O fôlego renovado do vento faz dançar folhas órfãs.
A força retocada do frio faz tremer nuas árvores.

Enquanto a noite suspira neblinas,
estrelas pendem de cansaço e sono.

Antecipados poentes romanceiam encontros,
e o sol seduz uma lua encabulada:
_De-cifra-me que eu te melodio...
*
*
Marla de Queiroz
*
Tem poema meu no MANUFATURA

11 comentários:

Antônio Alves disse...

A ruptura das estações foi bem tramada nestes versos, minha cara. O terceiro da primeira estrofe construiu-se magnifico, as folhas órfãs ficam sem o pai/mãe (outono). Lindo! Há braços!


Antônio Alves
No Passeio Público
Postagens às quartas e domingos

Moacy Cirne disse...

"O fôlego renovado do vento faz dançar folhas órfãs": eis um verso capaz de justificar toda e qualquer poesia. Beijos.

Pequena poetiza disse...

Olá querida
passei pelo teu blog e simplismente o achei lindo.
Muito belas palavras e lindas fotos tb

Parabéns!

" O que me impressiona, à vista de um macaco, não é que ele tenha sido nosso passado: é este pressentimento de que ele venha a ser nosso futuro."
(Mário Quintana)

Bjos da -=Þëqµëñä Þö놡zä=- !!!

Elenita disse...

Nossa. UM DE SEUS MELHORES TEXTOS DE TODOS OS TEXTOS.

Obrigada, Marla. Por trazer poesia para a vida.

Juliana Pestana disse...

E eu nasci em meio a entrada do inverno. Pq depois que as folhas caíram, é hora de aguardar novos frutos...

Vem me ver de roupa nova.
Mendoscopia

Clóvis disse...

Eu gosto das tantas nuances que escrevem junto à ti, pincelando este quadro de versos tão bom de se ver.


Meu beijo, sua bonita!

fabio jardim disse...

estamos em época onde aqui é tão lá. chegou, mas tá distante.

bloguecomgrelos.blogspot.com disse...

Minha querida, sei que não me conhece mas isso tem pouca importância para aquilo que lhe quero dizer. Depois de muito me passear neste mundo virtual e verificar um sem número de prémios atribuídos, achei que este estava em falta.

O blogue com grelos premeia mulheres que, na sua escrita para além de mostrarem uma preocupação pelo mundo à sua volta ainda conseguem dar um pouco de si, dos seus sentires e com isso tornar mais leve a vida dos outros. Mulheres, mães, profissionais que espalham a palavra de uma forma emotiva e cativante. Que nos falam da guerra mas também do amor.

A escrita no feminino, em toda a net lusófona tem que ser distinguida e você, cara amiga, acabou de ser nomeada.

Marta F.
http://bloguecomgrelos.blogspot.com/

Juliana Borges disse...

Amei, está lindoo!=]

Wagner disse...

adorei teu blog!
muito gostoso ler tudo...

abraço.

Mônica Montone disse...

aaaaaaaaamo outono, minha estação predileta e deliro de paixão no frio :o)

beijos, querida e boa semana

MM