Páginas

domingo, abril 22, 2007

Encarcerada



A paixão cortou minhas asas.

Sigo esbarrando em pedras, antes fossem nuvens.

Emburrecida de querência,enlouquecida de ardores

eu rezo por um bocado de sono

e um punhado de paz.

Porque a respiração chia

feito vinil antigo e mal guardado.

E os olhos que miram tudo

só vêm o mesmo rosto.

Não importa que eu esteja ao ar livre,

a paixão me aprisiona ao pé da coisa.


Eu só queria um amor que acendesse em mim exuberâncias novas.

*

*

*

Mala de Queiroz

15 comentários:

laís disse...

Marla, acho que essa é tão difícil quanto qualquer prisão "física" que uma pessoa pode experimentar. Não conseguimos olhar pros lados nem ver a beleza do mundo. Só ficamos presos à coisa, tentando descobrir como nos desvincular dela ou como viver com ela sentindo menos dor.

Lubi disse...

Eu experimento o mesmo.
Lindo poema.

Um beijo.

paulo vigu disse...

Entre a gritaria da feira e o silêncio da igreja, ouço o motorista de táxi chiando sobre o seu amor que partiu com outro. Disse que estava doente e chorão de saudades e que precisa urgente de algo novo para a alma. Recomendei-lhe ler Marla de Queiroz e ele ficou de acessar. Disse-lhe que as palavras dessa moça têm sabor de coisa nova e
forte. Beijo/Riodaqui/Paulo Vigu

Clóvis disse...

Uau!
Eu também quero...
Linda, sempre.



Minha cantora de voz rouca, a letra acabou sendo publicada incompleta, e desligado como sou, só percebi isso agora.
Então postei novamente, com direito a desfecho e tudo. rá!


Beijo, querida.

Poeta Matemático disse...

Nossa...

Sempre uma bela novidade...

Sempre harmônica, delicada, levemente exuberante e simples

Parabéns, tu é show

poeta matemático disse...

Ahn..

Eu mandei um e-mail pra tu mas voltou...

meu e-mail é mahungria1@gmail.com

Abracós

Mônica Montone disse...

Quando você menos esperar, acontece :o)

beijos, querida e boa semana

MM

ps: obrigada pelo comentário gentil que deixou no canteiro

Monika disse...

LINDO, TOCANTE, INFÁVEL E ABSOLUTO!
apareça em meu cantinho..serÁ um prazer!

Paulo Fernando disse...

Se ainda não encontrou tal amor, é pq ele anda amadurecendo pelo destino. O seu "Eu-lírico" (ou não) povoa-se no desejo da companhia... e todos são assim: na direção da coração, sem se preocupar com a razão. Por isso o mundo é belo. Por isso o mundo é mau!

Bjs... adorei!

Sharon disse...

Perfeito!
Palavras cultas em Voz de quem sabe o que diz"

Morg disse...

perfeito!


pra mim a paixão cria asas


beijo

Mão Branca disse...

oi, marluca. na área para conhecer suas coisas.
[]s

paredro disse...

como a linha que pára de repente no ritmo do desenho e

muda de dimensão continuando a viagem como se fosse lógico.

Rayanne disse...

Eu também.

***Estrelas chovem***

Leandro Jardim disse...

Bonito...

bjs queridos