Páginas

terça-feira, abril 17, 2007

Abraço Refeito


Foto: Paulo Cesar

*

*


Vem caminhar ao meu lado, amor.
Nesse tapete dourado
de folhas despencadas das amendoeiras.
Vamos tocar nas flores
suadas de orvalho e perfumadas pelo sol.
Vem caminhar ao meu lado
até que seja estendido
o varal de estrelas na cabeceira da noite
ou que possamos beber
desse trecho de chuva que amadurece ao relento,
na madrugada.
Vem caminhar ao meu lado, braço dado,
deixando esquecidas no vento
nossas palavras machucadas.
Vamos refazer a solidez
daquele início do capítulo
em que éramos tão lúdicos e líricos.

Eu escrevi uma narrativa de tanto amor,
por favor,
não rasure a minha docilidade.

*

*

*

Marla de Queiroz

15 comentários:

Rayanne disse...

Ah, se você pudesse ouvir a mudez absurda que salta ante as tuas palavras!!!

Amo, Marlinha. Muito, visse?

**Estrelas**

Anônimo disse...

Ah... realmente nada mais bonito e lírico e verdadeiro que o amor. Muito amor nessa vida, minha linda. E que todos os abraços sejam assim: sintilantemente perfeitos.
BeiJO JO.

Anônimo disse...

Ops, cintilantemente

Aline disse...

Um cintilar poético.

Belas palavras, sempre!

Beijo.

Clóvis disse...

E parece até que a canção que escuto agora celebra este poema transbordando sutiliezas, e que o vento lá fora aplaude os seus versos de pura beleza, e que o dia nublado e chuvoso é apenas pretexto para deixar tudo mais profundo e acolhedor.


Beijo grande!

Anônimo disse...

Tal sabor da atemóia/Que deixa o doce nos lábios/Seduzindo seu beijo/Delicado de ser só....

nelson disse...

Enviei antes de me identificar....rs...beijos de atemóias!

Juliana Pestana disse...

...mas parece que a minha docilidade ainda não está no ponto e mais uma vez desataram as mãos nessa caminhada...

"se é tão frágil que não pode esperar uma noite?" talvez sim...

não desisto! amores maiores virão!!

Bjos todos despetalados.

Élcio disse...

Ave Marla!
Achei fantastico a maneira leve e despojada com que vc pintou essas imagens mentais.
Essa mesma facilidade me levou a sair por ai, pela estrada de tijolos amarelos a sonhar.

Gostei mto mesmo.
Estarei voltando mais vezes.

É isso ai.
Bjs

moacircaetano, todo prosa! disse...

Sabe o que é mais lindo?
É que agora ouço em minha mente sua voz dizendo teus poemas, com teu sotaque, teu ritmo, tuas pausas...

i disse...

Marla,
teu blog eh um acalanto...
muito obrigado linda

bjao

Brunao

Tiago disse...

caminhar cansa, moça. deita pra descansar.

Ju disse...

Quanta delicadeza. Lindo!

Bjs

paulo vigu disse...

Há saudades daqui em mim, depois que você saiu pra fazer esse caminhar. Riodaqui/beijo/Paulo Vigu

Leandro Jardim disse...

Ficou muito bom!!! Esse eu li nascendo... e se fez valer muito no fim!!!

Gostei muito mesmo!

bjos meus