Páginas

quarta-feira, março 28, 2007

SOL & CHUVA...(língua-de-fogo e olhos-d'água)

Foto: Pedro Moreira


I-SOL...ou língua-de-fogo

Embriagada de sol
danço feito labareda
nos teus braços-ventania.
Inquieta, lambo teu corpo
bordando incandescências
na tua pele-foco-da-minha-sede.
É quando cedes.
E gemes alto
com meu gozo caudaloso.
E consumado o ato,
nos consumimos doces
feito incenso.


Incautos,guardamos o perfume
da nossa febre
numa caixa de fósforos
molhados.






II-CHUVA...ou olhos-d’água

Embriagada de chuva
danço feito lágrima gorda
abrindo caminhos em teu rosto.
Trêmula, corro tua face
procurando colo em teus lábios.
E desenho uma emoção
nos teus olhos ausentes.
É quando sentes.
E gozas insubmisso
ao meu gemido abafado.
E confirmado o fato,
nos consumimos cáusticos

feito um veneno.

Cautos, guardamos o antídoto da picada
na caixa d’água da nossa casa.
*

*
*


Marla de Queiroz

19 comentários:

Alexandre disse...

Gosto muito da chuva...

Ácido Poético disse...

Pra lavar a alma, com raio de sol ou com chuva, pouco importa...basta sentirmos.

Adorei isso aqui, posso voltar?

Bjk
Brunø

Clóvis disse...

Embriagou-me!


=***

Ruberto disse...

Se o sol e a chuva separadamente sao tao intensos, o encontro deles com certeza seria o extase, orgasmo e gozo total....

Beijosss

Elenita disse...

Que coisa mais bonita, flor...

Cacau disse...

Que lindo!
Já era louca por chuva...
Agora então... nossa...

Lindo... tudo por aqui é muito lindo... como vc!!!

Rayanne disse...

Bah.

Escandalosamente lindo.

***Estrelas todas, amor***

Mulher na Janela disse...

menina, a inveja branca é recíproca...
teia caudalosa de erotismo esses poemas de fio de aranha faceira...
magia nas palavras, no sentir pulsante.

um beijo.

Anônimo disse...

amiga vc é forte, tão forte!
gosto ler vc
ler
gosto de passar os olhinhos nas suas palavra
até me encher de emoção!
.
.
.
. muita emoção na-morada que vc deu pra mim. muita!
Gy

Cecília Braga disse...

Duo. Due.
Duetto?!
Lindo, Airumã!
beijo na alma.

Poeta Matemático disse...

Vc tem um talento inesplicável. Cada palavra, cada frase, cada verso...

Isso sim é poesia, isso sim é arte...

Não aquela porcaria que eu ponho no meu blog...

Parabéns, ficou fenomenal

marcos pardim disse...

um diptíco fodástico... coisas de morena de angola que traz o chucalho amarrado na canela (rsss..) 1 beijo

Alê Namastê disse...

Bravo!

diovvani mendonça disse...

Morena arretada das idéias... 2 em 1 / 1 em 2; é demais, agora pra minha cachola. Depois, leio TRAVEIS. Hoje é feriado em minha cidade e já tomei umas três cervejas. AbraçoMeiEmbriagadoDasGerais.

Anônimo disse...

Adorei seu cantinho virtual. Fiquei pensando...será que você é assim...sempre jorrando emoção, beleza e encanto? Por acaso já publicou algum livro com seus poemas e textos? Poderia me repassar o nome e editora?
Me encantei com você e seu cantinho. Um beijo,
André (andre.adc@dpf.gov.br)

Leandro Jardim disse...

Esse aí é arretado de bom!

Juliana Pestana disse...

A intensidade de cada verso só pode ser sentida por quem já viveu essa entrega simultânea, esse amor resplandecente que faz do corpo peça de encaixe nessa união da língua-de-fogo que arde e os olhos-d´água que de tanto brilho, calam.

Não tinha conseguido comentar antes. Mas é exatamente como vc disse que era.

Bjos meus.

Paulo Vigu disse...

Adoro as gavetas de Marla: caixa de fósforos e caixa d`água. Riodaqui.água e beijo meu. Paulo Vigu

Carol Montone disse...

Fortes
Adorei...prefiro o sol.....sem deixar de gostar da chuva
beijos
Carol Montone