Páginas

domingo, março 25, 2007

Mais do mesmo...ou frases sobre fases.



(Meu mestre é o Sol).
Já entrei em túneis, já nadei no fundo do poço e tive medo do mar.
Hoje,para mim, nada é tão mágico quanto uma nuvem.
O que uma borboleta faz num poema, me embasbaca.
O que uma estrela cadente pode trazer de esperança, me emociona.
Uma árvore enorme brotar de uma semente, me fascina.
O potencial que um afago tem de trazer vida prum corpo desanimado, faz de mim afetivamente ativa.
O que há de nirvana num gozo, sacraliza o sexo, o transforma numa comunhão com outro corpo.
(Tenho tendência ao erotismo).
O que há de escravidão num desejo, me faz construir mantras de libertação enquanto caminho.
Todos os dias deixo um poema nas mãos do Drummond de bronze, quem os colhe, no lugar, deixa uma flor.Nunca vi tanta sabedoria:
as flores falam tanto mais que as palavras...
Sou um ser de amor: hoje, andando por uma feira, me enamorei perdidamente pelo cheiro e pelas cores das frutas e folhas...mas tenho rejeição pelo peixe morto, imóvel e cru.
(Estou pateticamente apaixonada por um crisântemo laranja).
Doutrino meus pensamentos pra ser uma pessoa boa e positiva,
posto que sou tão humana e inacabada.
Às vezes desapareço da vida de alguém com a mesma intensidade com que surjo....Depois eu volto.
Eu não acho a lua mais importante que eu.
(O Sol é meu mestre).
Eu não acho ninguém menos importante que o Sol.
(Tenho muitos mestres).
Meus livros têm os vestígios dos passeios que fazem comigo:
principalmente grãos de areia entre as páginas.
Meus olhos têm os vestígios das vezes em que amei e fui muito amada:
principalmente um brilho.
Por isso eles sorriem quando a minha boca.
Um dia eu escrevi assim:
a partitura imóvel em cima do piano fechado...”
( Não sei que falta de emoção me trouxe esta imagem).
*
*
*
Marla de Queiroz

21 comentários:

Moacy disse...

Minha cara: Atravé do blogue da potiguar Iara (Mulher na Janela) aqui cheguei. E me deparei com uma escrita bastante sensível, bastante sedutora. Voltarei. Voltarei. Um abraço.

BeiJÔ JÔ disse...

Meu amor, tua poesia embeleza minh'alma!!!!!
Obrigada sempre
TE AMO

Cacau disse...

Doce Marla...

Você tá cada vez melhor...
Vício bom vir aqui todos os dias alimentar-me de sua poesia!

Fique em paz!
Bjs com carinho,
Cacau.

Cecília Braga disse...

Airumã,
Coração aqui sabe. Tens lugar garantido nele. Amor é tanto.
Cuido de longe, sempre. Esquecer, só o que não toca a alma. E você, moça, fez desenhos na minha.
Abraço meu. Aquele que tu conhece bem.
Amo!
=*****

Cecília Braga disse...

Ah, Airumã!
Sem ar. É que bem sei desses sentimentos todos. Mas quando me falta a poesia aí é que o sossego se perde de vez. Aceito a dor. E toda a grandeza que ela me proporciona quando me diminui assim...aquele ponto ínfimo, depois Big Bang. E porque foi ela que me trouxe coisas tão lindas. E você. Por vezes tantas desapareço também, me encolho inteira, sofrendo as dores, os desejos e as aflições de quem se gesta. Sempre...re-nascer.Continuamente.
Deixando-me ser. Aceitando, tudo que sou.
Eu te amo, Airumã!

Anônimo disse...

Sim, senhorita!
Tuas fases todas num poema?
Não creio.Quem convive é quem sabe:
Mais bonita do que descreve, mais intensa do que consegue.

Alê Namastê disse...

Eu, pequena e pobre mortal não posso duvidar das sabias palavras do poeta:
"as flores falam tanto mais que as palavras..."

Boa semana!
Beijos*

Clóvis disse...

"hoje o mar dançou no céu..."
e o sol embelezou-se de ondas
verdes e
a
z
u
i
s
feito o céu
feito o mar
que hoje dança
em ondas
en sol
laradas.




Sim, depois me conte as suas nuances com relação as minhas andorinhas vermelhas-vermelhas.
Foi bom voar junto contigo...



Beijos multi-coloridos!

eliz pessoa disse...

Morena do Rio, me dá seu endereço pra eu te escrever... Besos!
Lindo texto, como sempre.
eliz

A czarina das quinquilharias disse...

perfeita
fico pateticamente apaixonada pelos seus crisântemos...

paulo vigu disse...

Marla vai da vida da gente e depois volta. É coisa do mar, do vento, não importa. Sinto as palavras dela no ar, em plena força da luz solar. Flores tagarelam entre as palavras daqui. Beijo e água - Paulo Vigu

nelson disse...

cometa uma poesia/naugum lugar do meu coração/deflagrantes versos garranchados/na prensa da emoção...Só pra você!Beijos

Cecília Braga disse...

Sinto que sabe, Airumã.
=***

cristianodourado disse...

Vc foi até o meu blog! que praze uma poeta em meu blog pra mim é uma honra! enchanté

Cris
www.cristianodourado-devaneio.blogspot.com

cristianodourado disse...

se quiser adicionar este poeta de um quartod e tigela no msn sankofa1982@hotmail.com

Rayanne disse...

*suspiro...

(eu já te disse do tamanho dessa saudade hoje?)

Amo.

**Etrelinhas**

Fabiana disse...

Que saudade de alguém seus escritos me trazem...
Beijo, linda.

Sandrinha disse...

Incrível. Vc é capaz melhorar sua escrita... Vc toca minha alma. Amor, te amo.

diovvani mendonça disse...

O quê uma borboleta e uma morena observadora, não fazem num poema. Quanto trem bão andei, perdendo aqui, hem? Abraço.

P.E. ainda tomando uma geladinha.

Leandro Jardim disse...

eis a marla
e nós a amar-la

mocinha, és especial por mais que se queira igual!

bjo gordo do jardineiro

Anônimo disse...

Amiable dispatch and this enter helped me alot in my college assignement. Gratefulness you seeking your information.