Páginas

sexta-feira, março 09, 2007

Eu e (alguns dos)meus homens...ou rapidinhas.


Foto: Fernando Figueiredo



Li Platão pra saber que não quero amores platônicos e que a vida real não está no mundo sensível, idealizado.
Aristóteles me ensinou que a metafísica de um relacionamento me seduz mais que a própria química ou o físico.
Descartes me deu a deixa do “gozo, logo existo”.
Quando Sartre me disse que o inferno era o outro, descobri também um paraíso ali.
E Nietzsche matando Deus, me deu permissão pra pecados deliciosos.
(A Igreja me ensinou a pecar).
Hegel era um chato.
Maquiavel me deu estratégias que não usei, não gosto de jogos de sedução, " canso, logo desisto"( Descartes de novo!).
Kant me ensinou que ser racional pode ser bem mais prático que romântico.
Schopenhauer me fez entender sobre a vontade insaciável que nos provoca o tédio.
Já me deitei com Kierkegaard.
Freud me apresentou Édipos, homens que me namoravam porque não podiam casar com suas próprias mães.
Wittgneistein eu abandonei antes de tentar entender.
Heidegger me falou da angústia que nos recolhe e renova.Aprendi muito sobre a autenticidade com ele.
Derrida desconstruiu tudo. Pra Foucault, sexo era phoder!

Mas foi um poeta, Manoel de Barros, que açucarou meu coração com açucenas.

*

*

*

Marla de Queiroz

21 comentários:

Leandro Jardim disse...

Esse tá perfeito... simplemente esbanjando, sobrando saber e poesia!

muuuuito bom!

ai ai, moça
você vai
longe

hehe
BeiJardins

Rayanne disse...

Ai, eu derreto inteira com você.
Como pode toda essa fúria de mulher quedar-se assim tão doce, e inteirinha acontecer?

As saudades não desistem.

***Estrelas***

bambam disse...

traduzindo, o amor além de não ter fronteiras, ele é insaciável, quanto mais o temos mais o buscamos, ou ele mesmo nos busca.GRANDE ABRAÇO!

Cacau disse...

Doce Marla...

Cultura pura e destilada...
Mas o que mais me encanta em tudo isso é que já discuti com várias pessoas sobre esses autores, suas obras, os temas que nos fazem refleti... mas nunca vi uma abordagem como a sua... Poetica... totalmente diferente... que também leva a reflexão só que por um outro ângulo, por um ponto de vista totalmente novo...
Obrigada!

Fique em paz!
Bjs com carinho,
Cacau.

eliz pessoa disse...

Marla, que bom ler e reler seus textos... O Marcelesa - Marcelo Bousada, ex-antro, ainda Feijão e sempre Bousada. Adoro ele!

Como tb. escreve compulsivamente, fiquei compusiva em ler suas idéias. Quanta poesia em você! Quanto coisa que me faz ficar leve... Lindo, lindo e mais uma vez lindo!

Um beijo de Brasília no Rio, outro de Eliz pra Marla e lembranças de Bousada e do cerrado, perdido em nós.
Besos!
eliz pessoa

Cássia disse...

Nossa! Esse texto poderia ser trabalhado em aulas de filosofia. Daí, cada aluno teria de construir texto semelhante, seguindo a mesma estrutura, ó, ó, já pensou? Todo mundo ia amar filosofia. ;o)

Adorei a sua volta lá em "casa". Fiquei bem feliz. :oDDDD

Beijo doce e fim de semana lindo.

dácio jaegger disse...

E venho dos meus recônditos atraído por mais balas de jujuba das que deixastes para mim num jardim, o da Crys; cheguei a tempo, antes das formigas doceiras, de um cão faminto ou de um menino de rua, quiçá um mendigo profissional. Desejou-me lá, por meu aniversário, uma vida doce e colorida. Aqui não encontrei mais jujubas, encontrei tua doçura bem espraiada, filosoficamente retroagindo no tempo, um pout- pourri de nomes de peso, intérpretes do pensamento em construção, com sabor de quero mais. Obrigado Marla. Beijo

Mariana Braga disse...

De todos os homens da sua vida os únicos que eu n conhecia foram: Wittgneistein , Kierkegaard e Heidegger.
Eu a propósito gostei muito de estudar Derrida na faculdade, apesar do professor ser ruim :~/

=*
Adorei o texto!
Pura teoria Literária...
Tem certeza q vc n estuda Letras?
:)

Mulher na Janela disse...

Menina, isso é um Tratado do Bem Viver!

Um não a todas as formas de opressão!

E um brinde à verdadeira Poesia!

Beijos e obrigada pela visita na minha Janela! Virei fã também....

***

paulo vigu disse...

É esse ar de Cleópatra e seu exército. Esse olhar de Pagu. Esse coração Leila Diniz. Metade Cecilia.Metade Clarice. Essa impregnação de poesia dessa moça. Também pudera! Abarrotou a estante com esses caras e ainda traz na pele o açúcar que um poeta lá do Pantanal lhe dá. O Dia Internacional da Mulher fica fortalecido com mulheres feito Marla. Riodaqui/água e beijo/PauloVigu
vai e-mail via post - p.vigu@ig.com.br

Carolingüista disse...

Acho que seu grande "pecado" é a perfeição com que usa as palavras!!!
bjus
;)

Bernardo disse...

Vc, pessoalmente,é infinitamente mais lírica. Se eu já era fã, imagina agora.Tua beleza tá em cada frase, cada sorrisão que vc dá enquanto fala.
Se cada um que vem aqui pudesse ver o seu sorriso, nossa!
Poesia é tua existência.
Prazer em conhecer.
Inebriado, embriagado com tua presença.
Pura Luz!
" O " Beijo.
Bernardo.

ascka disse...

Hegel não era tão chato assim!

Aline disse...

Inteligente e perfumado.

Um beijo!

Jefferson P. disse...

Grandes amigos vc tem hein!?.... rsrsrsr

Gostei. Parabéns!

bjos sentidos.

Juliana Pestana disse...

M-a-r-a-v-i-l-h-o-s-o!!
Palmas e pétalas de marlarida pra você. Cada nova frase ia me surpreendendo e tanto... e tão genial suas colocações. Tão Marla!

Sol-de-risos infiniiiiiitos pra ti.

Bjos meus.

cristianodourado disse...

Marla,
Não te conheço. Adorei o seu blog. eu te conheço pelos autores que gosta, quem gosta de manoel de barros, guimarães rosa e clarice só pode ser boa gente. Amei sua foto, linda. Amei suas poesias, profundas. Vi seu blog no blog do meu amigo Lelê.

Cris de Salvador

Anônimo disse...

já te falei que dá uma vontade de morder ocê?!
dá, Nêga Morena, dá demais!
um cheiro
Gy

nelson disse...

Oi Marla! Bem, já que é assim...então dê uma passadinha lá no viagens...acho que você vai gostar....beijos procê!

Lelê Teles disse...

Tem algo em mim que arde quando te leio...

Viviane disse...

Marla,
Parabéns!!!!
Vc é boa nisto... Amei suas poesias.

Bjoks.
Vi