Páginas

quinta-feira, dezembro 21, 2006

Poema que não alcança o gosto


Foto:sweetcharade
Seu despudor gentil
rompe a resistência
da minha carne morna.

Um calor intenso
de verão,de corpos
desata
a liquidez salgada entre-colchas,
o fluido doce entre-coxas.

Não há gelo
que tire da pele
a digital dessa mordida,
essa cor roxa.
*
*
*
(Marla de Queiroz)

15 comentários:

Múcio Góes disse...

...essa cor rosa,
de tão gostosa.
tua poesia,
minha taquicardia,
meu afã, sol
invadindo, lindo,
minha manhã.


AmorMaço!

bjo.

paulo vigu disse...

A digital da mordida na pele. E logo hoje que a loja de tatuagens está em promoção.Riodaqui.com.você.aí+beijo.paulo vigu

Poeta Matemático disse...

Ui...

Amor de sangrangrar

Amor de matar

de gozo...

Ju disse...

Hum amor-paixão!
Lindo texto e a foto está perfeita.
Beijos

A czarina das quinquilharias disse...

que delícia :)
bjos!

Rayanne disse...

**Ui.

rsrsrsrsrsrsrsrs.

Linda!!!!


**Estrelas per te!**

diovvani disse...

E sua cor morena? Essa não sai da lembrança. E o solrizsssszzszssão?Morena, você é um dos meus melhores encontros, do mundo virtual. MontanhosoAbraçoDasMinas

E.T.: aproveito para desejar tudo que de melhor houver nesta vida para você, viu? Boas festas - Sorria sempre - você com sua sensibilidade e verve poética, faz um bem danado pra gente. Que venha 2007!!!

Anônimo disse...

How about telephone companies , why not post something on that for a change?

Bassáltamo disse...

da encenação do teatro mais livre, da coisa viceral; o que nos faz menos gente e mais animal.

Ju disse...

Feliz Natal!
Beijos

carlos muzilli disse...

Marla, deixa ficar a imagem do ourives entre-lábios escondida. Abraços poéticos.

Anônimo disse...

Olha, Marla,
minha morena predileta,
eu poderia dizer aqui aquelas coisas todas que já conversamos e que vc acharia mais saudável de ouvir.
Mas, sinceramente, não há como não querer você.Tem calor demais na tua pele, pêlos, colo, voz, olhos. Sempre vou querer mais. Tudo em você, linda, vibra numa harmonia deliciosa e viciante.
Não sei o que fazer.
Não sei mais.

paulo vigu disse...

Marla de Querioz - Faz seis anos que estamos vivendo o século da alma - e você entende disso, pois tudo aqui é sensibilidade. Que Natal e 2007 que entra a nossa alma possa estar bem. O resto é perfumaria! Ah! Para todos. Foi um prazer conhecer sua veia poética em 2006. Sou fã. Riodaquiaí + beijo. paulo vigu

Leandro Jardim disse...

Uau!

Oh yeah BABY!!!! mUITO BOM, HEHE

Anônimo disse...

yes!
yes!

:))