Páginas

sexta-feira, dezembro 15, 2006

Completude...


Foto:Berenice Kauffmann Abud


É dia, mas o ar riscado por fios de noite. Parece que vai escurecer tanto.
A voz velada do meu medo te chama pra perto, disfarçando o desespero rouco.
A vontade de te ver incendeia os olhos, a paixão encorpando a saudade.
Porque eu lembro e aperta.Eu lembro tanto e sempre. Mas trocaria a sensualidade que me arde na terra do corpo por um mar de ondas amenas onde as gaivotas se alimentam...
A paciência que havia foi esquartejada, amiúde, pela indecisão. E a única palavra que sobrou já veio espessa de tristeza, camada grossa de agonia, angústia fina penetrando a carne dos olhos. Bom seria se se pudesse dizer adeus sem perder a calma.

É que mesmo os melhores finais inda doem.
*
*
*
(Mas um segredo que quero revelar é que um dia eu quis dizer que amava tanto,
e fiquei nervosa, a garganta seca, a frase grave porque eu não sabia se.
Então eu quis dar leveza aquilo tudo e disse apenas aquela frase...
só tive coragem de dizer que você era a razão do meu banho demorado).
*
*
Marla de Queiroz
*
*
*
Letra de Daniel Chaudon e música de Fernanda Dias
pra inspirar: TUA PAZ

14 comentários:

Fabio disse...

Vamos fazr um budinha? Casa comigo? rs
Te amo!

jordana disse...

Que vontade de te abraçar!!!
Beijos com sabor de terra úmida do cerrado.

Octávio Roggiero Neto disse...

"Completude..." só pode ter sido escrito ao crepúsculo! É um texto que parece tomar pra si as matizes do fim da tarde. Tons de melancolia transbordando nos dentros.
Se intensa é a noite que avança, quem dirá a manhã, que renova tudo!

paulo vigu disse...

Que na imagem da completude, a moça de sombrinha vermelha fosse Marla. Pra onde irá naquele ar riscado? De quem ela se lembra tanto e sempre? Ela surrou a paciência e partiu doendo. Foi com uma única palavra que diz ter sobrado. Procura-se Marla de Queiroz. Quem encontrar favor deixar aqui. Riodaqui.aí.com.você.sempre.e.você.lá.PauloVigu

Juliana Pestana disse...

Uhmmmm... me parece um momento nostalgia. Talvez um daqueles em que ligamos o rádio na música exata...

*
*
*

A Fê está de partida, voando por novos ares e fizemos uma homenagem a ela, tá no ar!

Bjos.

samanta disse...

tudo lindo...e eu queria tanto saber de quem é essa música aí, é muito bonita, foi perfeita agora...bjooo!!!
fica em paz.....

Rosaria disse...

adorei o texto. quando ouvi a música: lágimas nos olhos...

valeu por compartilhar...

beijos

Anônimo disse...

e veio um grito junto


AAAAAAAAAHHHHHHHHHHH!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

evelin disse...

queria te copiar inteira querida...

Cacau disse...

Impossível...
Totalmente e completamente impossível ficar imune às suas palavras...
Elas são como ungüentos que perfumam e aliviam os sentires da alma!

Múcio Góes disse...

Ah... sei não, viu... tao perfeito, e a música... (silêncio)

Linda, linda!

BjoMar!

Ju disse...

Que lindo!!!

Beijos

Elenita disse...

Chorei de novo....
Marla, você é bonita...
demais! =*

Leandro Jardim disse...

"E a única palavra que sobrou já veio espessa de tristeza, camada grossa de agonia, angústia fina penetrando a carne dos olhos. Bom seria se se pudesse dizer adeus sem perder a calma."

palavras lindas ondulam em Marla e aqui!

beiJardins