Páginas

terça-feira, novembro 14, 2006

Sudoeste


Desconheço o autor da foto.

O que dói em você, pouco me importa.
Eu não cavei teus abismos de mim.
Fui teu abrigo, teu barco
e lua cheia iluminando caminho.
Você escureceu nosso afeto,
você minou nosso rio.
Pra eu ficar, só precisava do seu toque agasalho
você me deu esse punhado de frio.

*
*
*
(Marla de Queiroz)

11 comentários:

Anônimo disse...

Mas que atentado ao bom-senso, essa do punhado de frio. Lincha esse cara!

Rayanne disse...

Essa palavra faca, no topo da ausência, lâmina fria sobre o corpo quente, amor fatiado, rasgado, derramado em repente.

Você ssempre inventando arrepios novos nas sensações.

**Estrelas, flor**

(saudades lá da visita sua)

paulo vigu disse...

O punhado de frio nem chega a assustar, mas o fato é que não descobrimos, depois que desaba o afeto, de qual buraco saem essas figuras que dão esses presentes - cavalos de tróia - pra gente. Riodaqui/ beijo aí / Paulo Vigu

nelson disse...

Singelo, mas triste
Se gelo agora existe
Congelo, resisto
Iglu é minha casa
Itu meu coração
Se agora me bate frio
Derreto por dentro um vulcão

(Fiz pro cê! Um beijo.)

Carolingüista disse...

Eu adorei isso!!! O verdadeiro tapa na cara com luva de pelica!
Bjuuuuuuuu

Múcio Góes disse...

aqui faz frio,
enquanto você chove
eu sou rio.

"punhado de frio..."


Bjo amormaço!


Gostou mesmo? tbm gostei do verde!
:)

Anônimo disse...

Tente sair do quarto intimista, confessional, feito muitas vezes de trocadinhos e de jogos de palavras e de partículas e entre na paisagem social...Tente lá!

Alequites disse...

Eu diria: "bola pra frente"
Bom feriado!
Beijos

diovvani disse...

Poderosa e transmutadora de forças você! Recebe o frio... mas me dá calor. Abraço para te agazalhar.

Cássia disse...

(Suspiro profundo) Foi assim que fiquei quando acabei de ler... e a foto foi o toque delicado. Vou copiar o poema no meu diário (ãrrã, eu faço diário até hoje... comecei aos 12 anos e já estou no 11o. volume).

Beijo com amor.

IsaBellinha disse...

Perfeito!
Isso foi profundo, frio, até me deu calafrio.

:D