Páginas

sábado, novembro 04, 2006

Insônia.


Foto:Cristye

Quando perco o sono fico costurando flores por dentro dos sonhos , no viés do vestido da noite.
Às vezes me dá uma vontade crua de ser triste só pra encharcar com lágrimas de sal a poesia e espantar as abelhas.Mas não aprendi amargura nem quando me amamentaram com fel.
Eu só preciso pingar duas gotinhas de lua nos meus olhos pra dilatar a pupila e resgatar minha inocência.
E aceitar com ternura minha vida de insônias, ardências e alguns (des)encontros.
Estou com sede de mudanças, mas não quero arrastar os móveis, nem desentortar os quadros.
Quero desabitar meus hábitos; entrar na poeira estagnada das coisas e assoprá-la no vento
como quando se liberta um passarinho depois de curar sua asa machucada.

Pra estar feliz eu só preciso deixar que meus dedos dancem a coreografia do poema novo,
vestir as palavras de cetim pra seduzir o moço
e aumentar as exclamações do seu desejo.

Amanhecer é da competência dos dias.
O poeta tece a paisagem.
*
*
*
(Marla de Queiroz)

18 comentários:

diovvani mendonça disse...

Morena Marla, estou passeando em Curevelo-MG (O Rosa é que gostava dessas paradas) e mostrando suas palavras, para uns amigos daqui. MontanhosoAbraçoDasGerais.

paulo vigu disse...

Oi - Apenas agitei antes de usar, mas o termo "trans-flor-mar" tem a sua cara. Eu criei pra você.Agora acordei nesse calorão e a vejo vestindo palavras de cetim pra seduzir o moço. Vou tomar um banho - vou desarder. Riodaqui/ beijo aí / Paulo Vigu

sandra disse...

Marla!! Que lindo, moça!!... vc é ótima na prosa também!! Amei (e só rindo um pouco do que vc escreveu pra mim... eu ia fazer um poema com esse títiulo ontem..rs, mas o sono me pegou..rsr) beijos

Cássia disse...

Sem palavras... ainda mais que essa noite eu tive insônia e fiquei costurando flores por dentro dos sonhos. Lindo. Lindo além da conta, mal cabe dentro do peito.

*
Sabe aquela música que coloquei "lá em casa", das mirongas no fundo do mar? Ela é cantada na peça Hysteria, do Grupo XIX de Teatro. Peça, aliás, que você amaria, com toda a certeza. Eu faço curso com eles e me apresentarei no fim do mês (ah, se não houvesse essa distância entre nós!). O site do grupo é esse aqui www.grupoxixdeteatro.ato.br

Beijos com amor imenso.

Tiago disse...

fudido! mesmo. beijo.

Márcia(clarinha) disse...

insônia não me é companheira mas anima vestir cetim por sua maciez deixando na pele arrepio de felicidade..
obrigada flor por suas palavras.
lindos dias
beijossssssssss

Anônimo disse...

Menina,
Como você escreve lindo!!
Um delícia...
Te adorei...

Berlim.T disse...

"Amanhecer é da competência dos dias.
O poeta tece a paisagem."

isso é lindo demais..!
saudades do que ainda vamos ser..

se te couberem horas..
não roubadas do verão..
vem me ver..

te amo..

evelin disse...

ando muda, além de insone.

Dora disse...

Marla! Marla! Você faz da sua insônia uma tessitura que a transfigura em sonho! Minha insônia é tão pobre perto da sua...que, ao invés de aproveitá-la para escrever, prefiro tomar um sonífero...Olhe as "conseqüências" que sua escrita traz...tá vendo? rs
Beijos, beijos.
Dora

Juliana Pestana disse...

Li lá no orkut... falei sobre ele lá... mas comentar aqui é mais gostoso.

Pra mudar tem que ser completo. Não adianta só repaginar o quarto, tem que mudar de hábito, trocar tudo por completo.
Tenho essa sede tão latente em mim que poderia falar sobre o assunto aqui por hooooooras...
Adorei o texto!

Desejo que uma onda devastadora carregue todas as coisas do passado da sua vida. No fim, terá muita coisa pra arrumar, mas os novos ares serão sentidos a distância.

bjos enormes.
flores em volta.

Camila Nhary disse...

Descobriram você pra mim. Vim aqui e quase te li toda. O melhor remédio pras noites de insônia.
Volto sempre.
beijos

Múcio Góes disse...

o
amor
tece
a
saudade
arde

dorme
que
te
velo

antes
que
seja
antes


BjoMar!

;)

Ju disse...

Ah, vc é encantadora.
Que coisa mais linda isso. Quem me dera ficar acordada e tecer poesias como vc.
Beijos e ótima semana!

diovvani disse...

Marla, aqui em minha cidade vai ter nova edição do projeto "LEITURA PARA TODOS" - Poesia nos ônibus. Você não quer participar? Se quiser envie-me uns 10 de seus poemas no diovvani@yahoo.com.br- Faço a inscrição na secretaria de cultura para você. Abraço.

diovvani@yahoo.com.br

Paulo Vigu disse...

Oi - meus dedos dançam em coreografia de poema novo - "Foi um achado te achar - Perdido, acho , diacho" - Riodaqui/ beijo aí/Paulo Vigu

Elenita disse...

Você me inspira =)
Um beijo.

Anônimo disse...

lindalindalinda!

ah! deu saudades de te ler!

:)

loucura de vida!