Páginas

terça-feira, novembro 07, 2006

Desistência


Foto:Catarina Cruz

Cansada das intermináveis conversas estéreis e da ausência de tato no ato,
desfiou as horas contemplando o protagonista da sua mais dolorosa desistência.
E, antes que o mundo acordasse, escapou do abraço inocente
deixando somente um bilhete e um abismo no lugar do afeto:

“Não fui comprar cigarros, você sabe, parei de fumar há tempos.
E eu jamais abandonaria alguém contando uma mentira dessas.”

*

*

*

(Marla de Queiroz)

19 comentários:

Múcio Góes disse...

e se o mundo acordasse, e toda cor desse, e teu nome fosse mais que mar?


BjoMar!

Charlotte Sometimes disse...

Lindo lindo lindo!!!
Adorei a parte em que ele deixa o bilhete... doeu até a alma, porque sabemos que é assim que se parte um coração de uma maneira inesquecível
Bjs querida

Lubi disse...

Real.

Beijo.

moca disse...

é assim que é, ou é como deveria ser?
quantas verdades a gente mostra na hora de dizer adeus?

Márcia(clarinha) disse...

esse abismo que massacra e mata qualquer ato de amar...
lindo dia flor
beijossssssssssss

Fabio Zambroni disse...

Vc cada vez mais me emociona!!!! Linda!!! Bjs

Anônimo disse...

desistir dói, dói...

moacircaetano disse...

é o moacircaetano aí encima

Paulo Vigu disse...

Um bilhete como este arrebenta mesmo qualquer chão de alma empacada. Depois disso só o abismo. E lembrar que tudo antes era afeto! Riodaqui/ beijo aí/Paulo Vigu

sandra disse...

A perfeição poética ronda teus escritos, moça!! Mexeu comigo, viu?!! meu beijo

FredT. disse...

que bunitu!vc sempre no x das questões...ô sensibilidade!dói ser assim naum??
bjão minha flor!

mariana braga disse...

vc deveria escrever um livro...
:)
abandonar...
ao menos ele teve coragem...
e quem não a tem o que faz?

Leandro Jardim disse...

Verdades doem e por isso tem mais beleza que mentiras! Lindo!

kisses from the garden

Ju disse...

Por mais q doa é sempre melhor verdades ditas q mentiras sussurradas.
Estou com saudade!
Estarei indo ao Rio, mas não sei da possibilidade de ver vc. Vc tem como me enviar por e-mai: sonhaddora@gmail.com seu cel ou tel? Ai entro encontato quando chegar e já vamos saber se dá ou não pra ser.
Beijos

Juliana Pestana disse...

Bom demaiiiiiiis, Marlinda!!

Largar tudo, mudar os rumos, o prumo, sair sem destino no infinito. Pq o futuro é nosso!!

Bjs maleditos. rs

Tiago disse...

e eu tentando parar de fumar...

garota bossa-nova disse...

Bonito e triste,ao mesmo tempo.Porque há coisas na vida que apesar de belas,permanecem imutáveis,ora tristes ora alegres no balanço do cotidiano.Um beijo.Saudades.Muitas.

Rayanne disse...

Você sabe, raio-de-sol, que as tuas palavras me invadem, me alagam e me varrem. Assim, renovando a vontade de construr castelos de palavras e escadarias de poemas: você, eleva.

Marlarida brilhante do meu jardim.

**Estrelas**

Ricardo disse...

precisa-se deixar algo escrito quando se deixa algo marcado, e quando se deixa algo marcado deixa-se uma cicatriz, o melhor bilhete (ou o pior) fica mesmo na pele; quem quer ficar não sai para comprar cigarros mas fuma o que tiver. Os fumantes é que são felizes/ou infelizes, pois não podem dar desculpa alguma, entende-se pelo modo como se bate a porta.