Páginas

quarta-feira, novembro 08, 2006

Continuação...(do post anterior)

Desconheço o autor da foto

Quando acordou
havia um bilhete
ao lado do maço de cigarros...
Vazio.
“Pode ser que um dia eu sinta a sua falta”, pensou,
“ Por agora, preciso é parar de fumar... Putz! Devia ter comprado dois maços ontem!”

*

*

*

(Marla de Queiroz)


8 comentários:

Ju disse...

Vc é encantadora!

Beijos

mariana braga disse...

Eu preferia sem a continuação
:)
foi mais dramático...
e intenso...

mariana braga disse...

Uma mescla de frases tuas a partir do * :


Se tantas vezes ele te trouxe flores
E tu fizeste delas tuas marlaridas
Se tantas borboletas vieram depois
E tu as transformaste em letras tuas,
em borboletras
Como não pode há ma(r) lá?
*
Se ele amanhecia em ti
Entrava no teu sonho
Não te acordava
Sempre com o seu medo de incomodar
De namorar o teu silêncio
Esse amor desperdiçado no futuro
E, no entanto
Meu Deus!
Ele vai embora antes que doa
E ele tinha chegado naquele instante
Foi a maneira dele de estragar as coisas
Deixou um bilhete dizendo:
O seu nome se parece muito com o seu jeito.
Um dia vou inventar um domingo que vai durar pra sempre
Vou sentir sua falta
Já que não era para ser eterno
Como não pude ter coragem de há ma(r) lá?
E essa foi a história áspera de um amor que chegara trazendo angústias
...

:)

Marla de Queiroz disse...

Mariana,
Vou te catar por aqui, nessa rede, vou te achar, pra agradecer o poema de um jeito que eu ainda não sei...
E eu tbm prefiro sem a continuação...mas é que têm tantas formas de interpretar uma separação...cada um dando uma importância maior ou menor...foi tão dramático pra ela.Pra ele, não.

Vou procurar vc por aqui...

Beijo, beijo.

Paulo Vigu disse...

E esse doido ainda é gente que fuma dois maços por dia.Vai ver o amor dele intoxicou... Riodaqui/Beijo aí/Paulo Vigu

Rayanne disse...

Quando a gente acha que alguma outra coisa vai bastar. Quando a gente acha que é simples. Quando é.

**Estrelas, Marlavilhosa!**

diovvani disse...

Não fumo, mas gosto de tragar suas letras. MontanhosoAbraçoDasGerais.

Múcio Góes disse...

a dor, existe em quase tudo que desiste.

o resto é fullmaça.


bjo,
amormarço.