Páginas

sexta-feira, novembro 10, 2006

Apelo


Foto: Cristye
*
É com força que eu aperto os dentes pra pedir que você venha e que me tenha, eu te esgano seu safado, eu te quero meu poeta, eu te tenho meu escravo. Sou pudica, poderosa, frágil, puta, vadia, vaidosa, sua, sou de qualquer um se você quiser, eu minto, eu ordeno, eu imploro, mas eu quero assim, intenso, dentro, agora, até te deixar exausto, te caço, te engulo no abraço, te domo pelo pêlo, te arranco suor e saliva, sou a palavra nua, úmida do teu verso de sêmen, desse jorro de semântica, sou tua cria, tua poesia, a metáfora que você idealiza,eu vivo em brasa, eu vivo de brisa, te acolho, repudio, bato, eu te quero inteiro, qualquer coisa eu faço, tesão não é a minha reação, tesão governa minha vida.
*
*
*
(Marla de Queiroz)

19 comentários:

Paulo Vigu disse...

... minha ... respiração... está ...em ... frangalhos. Uma mulher amazona que se desgoverna se não houver tesão, apertando os dentes para que alguém a tenha. ```` faço chover ````na carcaça````pra acalmar. Isso ````aqui````tá````pegando````fogo.Riodaqui / beijo aí /Paulo Vigu

Segunda Pele disse...

existe alguma coisa que se fale depois que se lê uma coisa assim?

...

ai ai..

beijos!

diovvani disse...

Sua danada!!! Tá chovendo aqui... mas deu-me um calor arretado morena. Você é muito boa coAsPalavras, doida e feliz de MARLUQUICES - vai saber. MontanhosoAbraçoDasGerais.

Márcia(clarinha) disse...

sem mais palavras me despeço assim, de boca aberta...quanto tesão declarado numa mulher em pelo.
lindo dia flor
beijosssssssss

Rayanne disse...

Marlinha,
Que a paixão pela vida impera em teus meios,
Não há cansaço em ti que tem impeça de voar.
Os medos são montanhas que você afasta prá passar,
Como uma chuva poderosa contornando o desejo,
a raridade
a felicidade
que é voar.

Eu te admiro muito.

**Estrelas**

marcos pardim disse...

vou reproduzir aqui, marla, o mesmo comentário que fiz num post chamado tristezas putanas (www.mentirashistoricas.zip.net): belo, forte, intenso... adjetivos não faltam para este teu texto. talvez resida aí, nessa dicotomia: sagrado x profano, santa x puta, boa parte da eterna incompreensão masculina diante da admirável esfinge que atende pelo nome de mulher.
mas eu não vou-me embora assim, sem uma sacanagenzinha: este teu texto me deu uns comichões, uns negócios esquisitos (rss...) vou sair daqui, vou ali... mais tarde eu volto (rss...)

Marla de Queiroz disse...

Ahahahahahahahahahahah....
ADOOOORO!!!!!!!!!!

sandra disse...

tomei o impulso vibrante do texto-poema... caí na intensidade constante da pena... que a vida não quer fazer escrever... Saudade dessa inspiração... beijos

Múcio Góes disse...

fui buscar em alguns diocionários, verbete qualquer que traduzisse, o lido que esses meus olhos, aqui, agora. Procurei em esperanto, latim, javanês, nao achei. Acho "intenso" muito pouco. "Profundo" muito menos. Acho que só inventando palavra. Inda vou achar essa bendita!!

No mais, é só BjaMar!!

Anônimo disse...

não abram a jaula neste instante, há nela uma felina sedenta!
uma mulher invejávelmente dé-lirante!
te amo

Anônimo disse...

Que me deu foi uma saudaaaaade.......Quem te conhece é que sabe! rsrsrsrs.......

Te amo pra sempre.

moacircaetano disse...

uau!!!!!!!!!!!!!!
sem palavras!
apenas uma profunda e cada vez maior admiração!

Charlotte Sometimes disse...

O desejo pode existir sem o amor, mas o amor nao existe sem o desejo, e de vez em quando ele se entrega, se deixa dominar, e como é linda a sua fusao... como é deliciosa a explosao desse dueto.
Bjs querida

paulo vigu disse...

Hey dona palavra nua, ensina-me a viver de brisa. Também vivo em brasa, mas, você sabe, mergulho nas águas verdes do riodaqui. Tem uma pedra na margem que eu mandei colocar pra você. É só chegar e mergulhar. É chegar, mergulhar, dar o ar da graça, porque você, você, ah você Mar.

aluisio martins disse...

Semen-te flor-e-ser n(osso) bom de roer. Saudade grita:vem...

Tiago disse...

ousado o lance aí, hein? gostei de ler.

Keila Sgobi disse...

que delicinha, hein?

esta mulherada anda animada!!!

hahaha!!!

beijos, Marquerida!

Juliana Pestana disse...

Ahhhhhhh que delícia ler isso. Assim, aqui, sã, cru, nu, tudo em si.

...
...
...

Bjos meus.
Torcida constante.
Sorrisos latentes.

Berlim.T disse...

saudades de tua poesia diária e real..vamos nos ver o quanto hoje..
calcinhas caixinhas e AFINS..rss..
te amo e vc está cada vez melhor nisso..