Páginas

segunda-feira, setembro 25, 2006

Da Poesia...


Não me importam os caminhos por onde me levará a poesia.
Nem se ela escorre na página em branco ou numa pele macia.

Se construção arquitetada ou estilhaços de versos,
Não me importam seus processos.

Importa é que ela nasça:

Seja flor brotada num túmulo frio_ onde havia anseios
Ou no sangue correndo quente _ no bico dos seios...

(A poesia respira no vento...)
*
*
*
Marla de Queiroz

(Fevereiro de 2006)

19 comentários:

Anônimo disse...

Greets to the webmaster of this wonderful site! Keep up the good work. Thanks.
»

Anônimo disse...

This site is one of the best I have ever seen, wish I had one like this.
»

moacircaetano disse...

uau!
forte, belo e leve como o amor deve ser...
beijos!!!!!!!!!

Ju disse...

É um dos meus favoritos.
Já te disse isso, mas agora preciso repetir, q vc é a própria poesia q virou gente.

Amo vc, minha doce amiga.

Beijos

marcos pardim disse...

por aqui passo, passeio, espio, xereto, leio... nem sempre comento, mas acho tudo sempre tão bonito!... 1 beijo

Marcia disse...

respira no vento e se confunde com MAR-LÁ

Bjokas, lindíssima

Fernando Palma disse...

Somos nós que conduzimos a poesia, verdadeiros donos dos versos: os leitores!
As palavras somente acomapnham...

Leandro Jardim disse...

Lindo demais!!!

Leandro Jardim disse...

Lindo demais!!!

Múcio Góes disse...

Que Marlavilha! Poesia escorrendo no canto da boca, aqui.

beijo!

zingarah disse...

ai, ai.......
;),
Zingarah

Lubi disse...

A melhor poesia que escrevi foi com minha língua na boca de alguém. Papel com gosto tão bom!
Procuro melhores formas, ainda. Um caderno de caligrafia, talvez, pra melhorar minha escrita.

Alequites disse...

Lindo!

Deia disse...

Sou sempre tão repetitiva, mas não dá pra dizer outra coisa: -Lindo, lindo.
Muitos beijos
Lindo dia

kbçadeterça disse...

Ah, hj é dia de usar a cabeça!

:)

Anônimo disse...

Lindo! A poesia respira no vento...e nos, respiramos poesia. Obrigada pelas dicas literarias! Beijos, Claudia

diovvani disse...

Por isso é que "Hoje feito cego, cheiro no vento, a melhor direção a seguir". Outro abraço do teu fã minerin.

Mendoscopia disse...

Oh, que lindo Marlarida!!

Realmente... não importa se ela dói, se ela chora, não importa se escreve nas nuvens, nas flores, nas folhas... que nasça!
Abençoada que somos por ser instrumento dela!

Bjos meus
Jú Pestana

Anônimo disse...

Very cool design! Useful information. Go on! »