Páginas

quinta-feira, agosto 03, 2006

ESTIO



A saudade é terreno fértil e a solidão, um baldio.
Te espero depois da chuva
num tempo de estio
com a fome do cio.
*
*
*
(Marla de Queiroz)
*

2 comentários:

Mendoscopia disse...

Tbm me vejo mto na sua sede, ânsia, vontade de viver e não viver simplesmente... mas aqui agora. E não viver um pouco, mas tudo, tudo e mais um pouco. Isso transparece d+ quando a gente escreve.
Bjos borboletinha.

Anônimo disse...

Enjoyed a lot! »