Páginas

segunda-feira, julho 03, 2006

Rio de Janeiro, Brasília...Saudades.



Porque eu adoro escrever na praia que quando tento descrever um dia muito azul digo:
"céu e mar se emendavam..."
Se eu ainda morasse no cerrado, certamente diria:

"este céu amanheceu azul assim só pra destacar o amarelinho daquele ipê..."

( E quando volto do mergulho lambendo o sal dos lábios, sempre lembro que de onde eu venho a água é doce, doce...)

P.S.: Este post nasceu de um texto lindo que a Bela escreveu falando dos ipês de Brasília...Fiquei toda saudosa...

6 comentários:

Oz disse...

Saudade , Saudade...Ainda volto pra ver o ceu azul sem nuvens, ouvir o canto das cigarras, apertar os dedinhos na grama, sentir a brisa do lago e ver o entardecer alaranjado q soh minha cidade tem.
Saudade, saudade...

Bela Caleidoscopica disse...

Ai que eu fiquei besta agora!
Esse elogio público...minhas bochechas ficam rosadas e quentes, amore!hahahaha
Merci.
É essa nossa cidade inspiradora!
beijo

Rodrigo, o Soneca, Pontes disse...

Acho que você devia passear um pouco por São Paulo para descobrir como é escrever para um céu cinza.
Não, não é ruim, eu gosto.

Anônimo disse...

Keep up the good work. thnx!
»

Anônimo disse...

Really amazing! Useful information. All the best.
»

Anônimo disse...

Enjoyed a lot! » »