Páginas

quinta-feira, junho 08, 2006

Notícias minhas...


Ainda que as mudanças sejam lentas e quase imperceptíveis, elas estão ocorrendo...Percebo isso numa inquietação minha em mudar o cabelo, experimentar outro estilo de roupa, escolher lingeries com cores mais alegres... Tenho falado mais manso, dito “não” com mais tranqüilidade quando acho que é o melhor a ser feito no momento...Até praia que antes era um imperativo nos dias de sol, posso recusar se eu achar que dormir até mais tarde ou ficar simplesmente enrolada no edredon feito um charutinho vai me dar mais prazer...Deixar um livro de lado e ver um filme atrás do outro...Abrir mão de uma dieta e comer um doce bom depois do almoço, topar o chope recheado de papos bons com um amigo em plena segunda-feira para que ela fique mais plena ainda...Não responder um e-mail imediatamente porque prefiro escrever algo mais elaborado ...Ser delicada com quem me irrita só pra desconcertar...Nada de muito especial tem me acontecido, tudo tem se movido sem qualquer fiapo de alvoroço ou paixão...Tenho cumprido as tarefas cotidianas, tenho dormido só nas horas em que caio de sono, tenho escrito recadinhos breves com palavras doces pra algumas pessoas só pra fazer um afago simples e não tenho me magoado com silêncios, solitudes e ausências...Às vezes faço uma bijouteria pra exercitar meu lado criativo...E construo frases sem sentido só pra ampliar minhas vivências...E salpico lavanda sobre os lençóis antes de dormir pra acordar recendendo a flores...Não tenho sentido falta do amor romântico, nem de nada que me tire o fôlego...E, embora eu possa me sentir entediada com a aparente falta de novidades, volto a pé do trabalho, pela orla, vendo o mar e prestando atenção nessas tardes frescas quase frias atravessadas por filetes de sol ameno sendo lindamente iluminadas...Vez ou outra esses filetes me atravessam também e meus cabelos explodem em cores incríveis...E continuo andando, indo, indo calmamente como um poente que sorri timidamente...

Caminhando dentro da paisagem, sou simplesmente uma pessoa em meio à multidão, mas toda em tons degradês...

;-)

(Marla de Queiroz)

7 comentários:

luizgusmao disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
luizgusmao disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
luizgusmao disse...

qgrata surpresa ver um post novo por aqui! :)

um post em tom "andante maestoso" e duas belíssimas frase pro meu rol de melhores do ano:

- "construo frases sem sentido só pra ampliar minhas vivências"

- "sou simplesmente uma pessoa em meio à multidão, mas toda em tons degradês"

ganhei minha noite. obrigado, dona marla.

só podemos ser felizes qdo aceitamos q a realidade não tem nada d fantástico, nada d arrebatador e, ainda assim, não perdemos a capacidade d nos encantar com ela... a verdade parece coisa d gente velha, né?

mas tb, quem manda sermos românticos sonhadores q exigem d vida mais doq ela pode dar. só colhemos decepções.

q vc tenha serenidade para aproveitar intensa e plenamente a vida. sem ansiedade, sem ilusões.

vou parar por aqui. acho q acabei fazendo um discurso estóico pra mim mesmo.

boa noite, dona marla. escreva sempre q lhe aprouver, mas não pare de escrever.

Elenita disse...

E que linda, você é... Linda, linda, linda... Irmã de alma, de coração, de espírito.

Tenho andado tristinha, sabe? Mas como é curiosa essa nossa sintonia... acabo de postar um texto que tem um espírito semelhante a esse seu... não com suas metáforas, lindas... coloridas... mas com essa sensação de serenidade, a mesma que eu sinto agora....

Amo você demais. Admiro você demais. Vou ao rio em setembro, masl posso esperar pra te ver.

Mil beijos,

Anônimo disse...

Here are some links that I believe will be interested

Anônimo disse...

Here are some links that I believe will be interested

Anônimo disse...

Nice idea with this site its better than most of the rubbish I come across.
»