Páginas

quinta-feira, abril 20, 2006

Clareza 2

Porque,
às vezes,
o que chamamos de AMOR
não passa de um amontoado
de coisas velhas
que não
conseguimos
jogar fora...

Foto: Nelson Faria

2 comentários:

Su disse...

Amor tem destas coisas, andamos com kilos dele nas costas do passado.

de resto... esse coração mata-me de fome... sou uma eterna esfomeada... e claro, adoro doces, morangos doces, espero não ficar diabetica de ter ganas de tanto açucar no sangue... tenho historial de diabetes na familia, açucar é o nosso fraco/forte, O ponto sensivel.

V e r m e l h o ooo a paixão, o batuke o som da minha voz... vermelho, vermelhusco, vermelhante, vermalhão...
lalalala

:)

Bjuu

Anônimo disse...

Very pretty design! Keep up the good work. Thanks.
»